Permanência de Renato dá força a "cascudos" que precisam renovar com Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Cícero em ação contra o Atlético-PR; meio-campista ainda não renovou com o Grêmio

    Cícero em ação contra o Atlético-PR; meio-campista ainda não renovou com o Grêmio

A definição da permanência de Renato Gaúcho no Grêmio abriu os trabalhos do clube para a temporada 2019. Não apenas na busca por reforços, mas também na manutenção de jogadores mais experientes considerados homens da confiança do comandante. 

Os chamados "jogadores cascudos" por Portaluppi têm vínculos por se encerrar. São os casos de Léo Moura, de 40 anos, Cícero, de 34, e Douglas, que tem 36.

O trio é considerado importante pelo comandante de campo por razões que vão além do futebol. Seja no exemplo aos mais jovens ou na experiência passada no dia a dia, todos contribuem de alguma forma para o rendimento da equipe. 

"Acredito que a conversa que eles terão com André (Zanotta, executivo de futebol), se acertarem, não tem problema algum. Mas tem que saber o pensamento deles, do procurador deles, e saber se vão chegar a um acordo com o clube. Isso é problema para o André. Ele trabalha 30 dias por ano, eu trabalho 11 meses por ano. Chegou a vez dele", disse o técnico Renato Gaúcho. "Estes três jogadores nunca estiveram fora da nossa lista (para o grupo). Mas não sou o procurador deles, não sei o pensamento deles, aí é com a nossa direção. Nosso executivo é bem pago para resolver estes problemas. Temos que saber a opinião dos jogadores. Já trabalhei muito neste ano, agora vou até domingo", completou. 
 

Léo disputou 34 partidas neste ano e fez um gol. Durante a temporada, perdeu a titularidade para Leonardo e tem oscilado entre atuações e momentos no banco. A condição é reflexo de um acordo com Renato, já que a recuperação física do quarentão é mais lenta que a dos demais jogadores. 

Cícero, por sua vez, jogou 45 partidas e marcou seis gols. De todos, é o que tem melhor status no elenco. Se consolidou titular durante boa parte da temporada e teve atuações importantes para o rendimento do time. 

Já Douglas recuperou-se de uma temporada repleta de lesões no ano passado. Ainda atrás da melhor forma física, o Maestro disputou 18 jogos, na maioria das vezes vindo do banco de reservas. Marcou dois gols. 

Com a permanência de Portaluppi, o trio ganha força para renovar. Ainda assim, a direção não garante que os vínculos serão prorrogados. A reunião dessa sexta-feira (30) abriu o processo de planejamento de 2019 no Grêmio, e os próximos dias devem ser decisivos. 

Ainda na quinta, o Tricolor confirmou as renovações de Kannemann, Geromel e Jael, além de estender o vínculo com Renato Gaúcho. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos