Primo de Gerrard teve 'overdose' do meia e bateu recorde contra Brasil

Do UOL, em São Paulo

  • Catherine Ivill/Getty Images

    Bobby Duncan é primo de Gerrard e assinou neste ano contrato com o Liverpool

    Bobby Duncan é primo de Gerrard e assinou neste ano contrato com o Liverpool

Bobby Duncan viu, reviu e viu de novo, em inúmeras oportunidades, os gols de Steven Gerrard. O DVD mais escolhido para os trajetos de carro feitos com seu pai era o que trazia os feitos do meio-campista que brilhou por Liverpool e Inglaterra. E as razões para isso eram claras. Além de Gerrard ser uma inspiração para muitos jovens ingleses, ele também é primo de Bobby Duncan.

Contratado nesta temporada pelo Liverpool, seu time de coração, Duncan cresceu tendo o primo famoso como exemplo para tudo. Gerrard era não só o parente famoso, mas também um modelo de determinação e sucesso em campo.

"Meu pai costumava me dar um DVD com os gols de Gerrard. Eu via sem parar pensando que um dia aquele podia ser eu. Sempre me espelhei nele, é uma grande influência. Tudo que Gerrard conquistou na carreira me inspira. Ele é talentoso, mas também tinha atitude, caráter e liderança", explicou Duncan ao "Liverpool Echo".

O jovem de 17 anos é atacante e só chegou nesta temporada ao Liverpool. Ainda menino, tentou, sem sucesso, entrar nas categorias de base do clube do qual é fã e repetir os passos do primo. Quem abriu portas para sua formação foi o Manchester City, quando ele tinha 10 anos.

Duncan logo chegou às categorias de base da Inglaterra e ganhou seu espaço. E foi pelo time nacional que ele bateu um recorde: tornou-se o primeiro jogador inglês, em qualquer categoria, a fazer três gols diante da seleção brasileira.

O feito aconteceu em dezembro de 2016, na Granja Comary, região serrana do Rio de Janeiro. Na oportunidade, Duncan fez três gols numa vitória por 4 a 3 da equipe sub-16 da Inglaterra sobre o Brasil. "Quando ouvi ninguém tinha conseguido isso na história contra o Brasil eu fiquei atordoado. Foi um sentimento inacreditável", contou.

O atacante também teve uma passagem marcante aos 12 anos. Atuando por seu colégio, Duncan e seus companheiros foram escolhidos para representar a Inglaterra na fase final de um famoso torneio internacional. Sua equipe não ganhou, mas Duncan foi o artilheiro. Para coroar suas atuações no estádio de Wembley, ganhou o prêmio de Chuteira de Ouro das mãos de Zinedine Zidane.

No ano passado, porém, aos 16 anos, Duncan percebeu que seu caminho até o profissional do Manchester City estava complicado. Tomou uma decisão difícil e recusou um contrato profissional do clube. Acabou ficando uma temporada sem disputar partidas oficiais, até que, nesta temporada, o City aceitou liberá-lo para o Liverpool por cerca de R$ 1 milhão.

Agora, Duncan está disputando o Inglês sub-18 e Liga Jovem da Uefa para recuperar o condicionamento perdido na última temporada. Mas um passo importante que seu primo Gerrard deu ele conseguiu repetir: ter um contrato profissional com o Liverpool.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos