Topo

Futebol


Paquetá recebe "alerta" da mãe e compra terno de emergência antes de prêmio

Buda Mendes/Getty Images
Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

2018-12-03T20:41:24

03/12/2018 20h41

Eleito como um dos 11 jogadores no time ideal do Campeonato Brasileiro no prêmio Bola de Prata ESPN, o meia Lucas Paquetá passou por uma situação inusitada antes de receber o troféu. O jogador do Flamengo revelou que precisou comprar um terno de emergência após receber um "alerta" da mãe no caminho para a cerimônia, que foi realizada no Teatro Opus, localizado dentro de um shopping na Zona Oeste de São Paulo.

Ao lado do companheiro Renê, que entrou como lateral-direito no time ideal do campeonato, Paquetá precisou passar em uma loja para ajustar o figurino antes da premiação.

"A gente veio com uma blusa social, porque a gente não sabia como seria o esquema. Mas a gente teve aquele leve aviso... A esposa dele [Renê] e a minha mãe avisaram. Minha mãe ligou e disse: 'filho, melhor você colocar um blazer, porque o pessoal está ajeitadinho", contou o meia à ESPN.

"Já que é num shopping, vamos ver se tem um. Nós passamos numa loja rapidinho, deu tudo certo. Pareceu que a gente tinha feito sob medida", completou Renê.

Paquetá e Renê foram os dois representantes do Flamengo no prêmio Bola de Prata ESPN. Eles integraram o onze ideal ao lado de Weverton (Palmeiras), Mayke (Palmeiras), Pedro Geromel (Grêmio), Victor Cuesta (Internacional), Bruno Henrique (Palmeiras), Rodrigo Dourado (Internacional), Dudu (Palmeiras) e Everton (Grêmio).

Após o "susto" pelo figurino antes da festa em São Paulo, Paquetá brincou ao dizer que já tem uma roupa separada para se apresentar ao Milan.

"Tem um terno guardado", finalizou.

Mais Futebol