Reunião vai derrubar veto que trava acesso de técnicos do Brasil na Europa

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Lucas Figueiredo/CBF

Reuniões nos próximos dias 12 e 13 vão sacramentar um pleito antigo dos treinadores brasileiros. A Conmebol irá conseguir a chancela junto à UEFA para que treinadores que tenham as Licença PRO da CBF estejam habilitados para o trabalho no continente europeu.

O encontro acontecerá na sede da entidade que dirige o futebol sul-americano e vai universalizar o acesso, visto que atualmente apenas treinadores com cinco anos de trabalho na Série A do Brasileiro e detentores deste certificado podem trabalhar no Velho Mundo.

Lucas Figueiredo/CBF

Com a resolução, que ainda tem ajustes pendentes antes das assinaturas finais, cairá a necessidade do tempo mínimo de trabalho na Série A brasileira. A novidade não deve mudar de imediato o cenário, mas é vista com bons olhos pelos envolvidos,

"Com cinco anos de Série A e PRO já há o reconhecimento imediato. Futuramente, a ideia é que todos técnicos das Séries A e B tenham esse certificado", explicou Mauricio Marques, coordenador do curso.

Na turma que iniciou as aulas nesta tarde, muitos rostos conhecidos estiveram na Granja Comary, casos de Tite, Dunga, Mano Menezes, Roger, Zé Ricardo e Eduardo Baptista. 

Lucas Figueiredo/CBF

Na condição de aluno, o técnico Tite foi enfático ao defender a capacidade de seus colegas: "Brasileiros têm capacidade e trabalhar na Europa. Tivemos Caros Alberto Silva, Felipão, Parreira e outros".

Apesar dos nomes citados, faz tempo que um brasileiro não figura no banco de reservas de uma grande liga europeia. A última vez que o país emplacou alguém em um país de grande visibilidade foi em 2010, quando Leonardo deixou a Inter de Milão. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos