Topo

Futebol


Latam demite funcionário que xingou Clayson em aeroporto

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

2018-12-05T15:32:45

05/12/2018 15h32

A Latam anunciou a demissão do funcionário que se envolveu em uma discussão com Clayson, do Corinthians, na noite da última terça-feira (4). O jogador foi xingado próximo ao guichê da companhia aérea no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), quando tentava embarcar para Natal (RN), onde passará férias.

Leia também:

Em nota oficial, a empresa afirma que o funcionário, de nome não revelado, contrariou as normas da companhia.

"A empresa esclarece que seus colaboradores são capacitados para manter a calma e prestar o melhor atendimento aos nossos passageiros e lamentamos que isso não tenha ocorrido na ocasião. A companhia tomou as medidas cabíveis ao caso, com o desligamento do funcionário, uma vez que seu comportamento contrariou as normas de conduta da companhia e a maneira que a empresa preza pelo atendimento de seus clientes".

Em relato feito no Instagram, a mulher do jogador do Corinthians, Amabile Araújo, afirmou que um funcionário da Latam Airlines desrespeitou ele e a família e chegou a chamá-lo de "jogadorzinho".

Na mesma rede social, a mulher do jogador postou um vídeo em que o funcionário xinga Clayson com vários palavrões. Não é possível saber, no entanto, o que teria acontecido antes.

Em seu relato, Amabile diz que ela e sua família chegaram no guichê da Latam às 20h (de Brasília) da última terça-feira e o voo estava previsto para as 21h. Quando faltava apenas a documentação dela, o embarque foi fechado.

Ainda de acordo com Amabile, um funcionário foi chamado e reconheceu Clayson, o chamando pelo nome e afirmando que ele teria que viajar em outro avião. Durante a conversa, o funcionário teria dito "jogadorzinho, abaixa a bola".

No Instagram, Amabile reclamou de clubismo. "Se isso não é clubismo, eu não sei o que é. Uma família, seja ela de jogador, de qualquer profissão, merece ser respeitada por qualquer profissional que esteja exercendo sua função", escreveu.

Mais Futebol