Presidente do Atlético-MG pede fair play após perder reforço para Palmeiras

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Sérgio Sette Câmara se queixa de ações do Palmeiras no mercado da bola

    Sérgio Sette Câmara se queixa de ações do Palmeiras no mercado da bola

Sérgio Sette Câmara vê a competição com o Palmeiras no mercado da bola como algo injusto. O presidente do Atlético-MG queixa-se do aporte financeiro da Crefisa no clube paulista e sugere adotar o fair play financeiro no Brasil, limitando o gasto dos clubes locais em contratações.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o mandatário alvinegro cobra regulamentação das ações dos clubes nas janelas de transferências.

"Está faltando aqui no Brasil alguma regulamentação, como o fair play financeiro. Estamos num momento em que eu tenho procurado alguns reforços. Você bate na porta de algum jogador e quando você está, está lá o Palmeiras. Tentei contratar, mas ficou impossível", declarou o dirigente.

O Galo tentou a contratação de dois atletas que acabaram reforçando o clube alviverde. Sérgio Sette Câmara sonhou com Arthur Cabral, que defendia as cores do Ceará, e de Zé Rafael, ex-Bahia. A dupla, no entanto, optou por se mudar para a Academia de Futebol.

Apesar das declarações de Câmara, a diretoria do Atlético tem proximidade com a do Verdão. Eles negociam a ida de Marcos Rocha em definitivo para a Academia de Futebol. O lateral direito tem contrato por empréstimo com o Palmeiras até dezembro deste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos