Quem são as possíveis "moedas de troca" do Cruzeiro na janela do fim de ano

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vinnicius Silva/Cruzeiro

    Rafael Sóbis e Manoel em treino do Cruzeiro, jogadores podem deixar o clube

    Rafael Sóbis e Manoel em treino do Cruzeiro, jogadores podem deixar o clube

A atual situação financeira pode fazer com que o Cruzeiro não opte por trazer apenas poucos reforços pontuais para 2019. Ao mesmo tempo, os objetivos da nova temporada obrigam a diretoria a acertar em cheio ao tentar fortalecer o time. Para driblar a falta de dinheiro, uma das saídas será tentar envolver jogadores nas negociações.

O plantel hexacampeão da Copa do Brasil apresenta nomes conhecidos, mas que foram pouco aproveitados no clube ou não conseguiram se sobressair diante da forte concorrência.

Dos atletas que retornam de empréstimo, quase todos deverão ser repassados a outros clubes. Mas ainda restará solucionar a situação daqueles que vestiram a camisa celeste em 2018, mas que estão fora dos planos. Abaixo, estão alguns desses jogadores que podem ser usados como moedas de troca na janela de transferências.

Rafael Sóbis

Tem contrato até o fim de 2019, mas não conseguiu repetir o ano passado, ficando fora das principais decisões. Jogou 37 vezes na temporada, mas a maioria dos jogos ocorreu com o time alternativo, pelo Campeonato Mineiro ou pelo Campeonato Brasileiro. Nas grandes decisões de Libertadores e Copa do Brasil, entrou em campo em apenas oito ocasiões, sendo somente uma como titular. Insatisfeito, Sóbis já demonstrou sua vontade de ser negociado pela diretoria.

Bruno Silva

O volante custou R$ 6 milhões ao Cruzeiro, mas não conseguiu repetir em Minas o futebol mostrado no Botafogo que o colocou entre os melhores de 2017. Além de reserva, nunca caiu nas graças da torcida e já chegou a mostrar descontentamento com sua situação, reconhecendo que dificilmente ficará na próxima temporada. Tem contrato por mais duas temporadas e pode ser envolvido em alguma negociação.

Sassá

Diferentemente dos outros companheiros, Sassá não teve um ano apagado no Cruzeiro. Marcou sete gols e foi titular por apenas 12 vezes, mas o que realmente pesa contra o jogador é a forte concorrência. Fred voltou de lesão e mostrou estar totalmente recuperado. O camisa 9 será o titular absoluto da posição. Na reserva, o clube ainda conta com Barcos, recém-contratado, e Raniel, xodó da torcida.

Ezequiel

Reserva de Edilson na lateral direita, Ezequiel chegou a ser preterido por Mano mesmo quando o titular do setor não esteve presente. Nessa situação, Lucas Romero foi improvisado na posição em algumas vezes. Não é segredo que um dos reforços que a diretoria procura é para o lado direito. Permanecendo, Ezequiel pode perder o pouco espaço que já tem.

Mancuello

Contratado no início do ano, assinou com o Cruzeiro até dezembro de 2020. É outro reserva imediato que não rendeu o esperado. Atuou em 37 dos 72 jogos oficiais, sendo titular em 19 partidas. Não convenceu em campo.

Manoel

Em situação semelhante à de Sassá, Manoel tem a concorrência jogando contra na Toca da Raposa. Além da dupla Léo e Dedé, Mano Menezes contará também com Murilo, que se recupera de lesão, e até mesmo com o jovem zagueiro Cacá, que deve ter mais chances segundo o próprio treinador. Ainda é possível que a diretoria aproveite o retorno de Fabrício Bruno, que estava emprestado para a Chapecoense, aumentando mais as opções no setor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos