Atlético-MG define defesa como prioridade e busca reforços no mercado

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

    Leonardo Silva em treino do Atlético-MG; clube deve renovar contrato do zagueiro

    Leonardo Silva em treino do Atlético-MG; clube deve renovar contrato do zagueiro

A defesa se tornou a prioridade do Atlético-MG no mercado da bola. A diretoria foca em duas ações: renovar o contrato de Leonardo Silva e buscar ao menos um reforço para o setor.

Oldegard Filho, empresário do zagueiro de 39 anos, é esperado em Belo Horizonte no início da próxima semana para ampliar o vínculo do defensor por mais um ano. A reunião será entre o agente do veterano e o presidente Sérgio Sette Câmara. Porém, Léo Silva não é a única preocupação da diretoria nesta janela de transferências. O contrato do atleta se encerra em dezembro de 2018.

Sem dinheiro para contratar, o diretor de futebol Marques foi autorizado pelo mandatário a procurar nomes para o setor. A ideia inicial é buscar ao menos um nome de peso para o sistema defensivo.

O ídolo do Galo procurou o agente Carlos Leite para conversar sobre as possíveis voltas de dois nomes: Gil e Maicon. O primeiro, contudo, está entre os três zagueiros mais bem pagos do mundo e tem contrato com o Shandong Luneng, da China, até janeiro de 2020. O Atlético não teria dinheiro o suficiente para repatriá-lo nesta janela. A situação de Maicon é semelhante. Embora esteja prestes a sair do Galatasaray, da Turquia, o defensor, que teve passagem recente pelo São Paulo, interessa a clubes do futebol árabe.

A diretoria alvinegra, agora, vai atrás de outros nomes para a zaga. Entretanto, ainda não definiu todos os alvos para a próxima temporada.

Na última entrevista coletiva da temporada, Levir Culpi falou sobre a necessidade de reforçar o sistema defensivo do Atlético em 2019:

"Eu não tenho certeza onde tem mais jogadores que estamos procurando. Mas com certeza está no pacote. Nós temos várias situações aí. É um trabalho da diretoria. A comissão técnica participa também. Conversamos, demos opinião, demos os nomes. Entram o presidente, o diretor de futebol. Todo mundo quer e gosta de contratar, mas quem sabe como pagar é o diretor de futebol e o presidente", declarou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos