Chelsea e polícia de Londres investigarão suposto racismo contra Sterling

Do UOL, em São Paulo

  • Clive Rose/Getty Images

    Sterling foi alvo de suposto caso de racismo enquanto buscava a bola para um escanteio

    Sterling foi alvo de suposto caso de racismo enquanto buscava a bola para um escanteio

Momentos depois da vitória por 2 a 0 sobre o Manchester City, neste sábado (8), o Chelsea anunciou que abrirá uma investigação formal por um suposto caso de racismo contra o atacante Raheem Sterling. A Polícia Metropolitana de Londres declarou que também apurará o caso. 

Antes mesmo do término da partida, um vídeo publicado em uma rede social mostra um homem supostamente usando termos racistas para ofender o atacante do City. Naquele momento, o atacante buscava a bola para bater um escanteio, logo depois de vencer uma dividida com o brasileiro David Luiz. 

Tanto o Chelsea como a polícia disseram, por meio de nota, que têm ciência das acusações e que irão analisar as imagens para determinar o que realmente aconteceu. "Nós iremos investigar o incidente e tomar a mais forte medida possível onde for necessário", informou o clube. 

Segundo o jornal Evening Standard, o Chelsea também buscará as imagens do circuito interno, bem como declarações de testemunhas. O periódico também publicou que, caso o torcedor seja considerado culpado, a diretoria deverá bani-lo do estádio pelo resto da vida. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos