Topo

Futebol


Sidão e Edimar perdem espaço no São Paulo e têm aval para negociar saída

Sidão pode iniciar sua terceira temporada com a camisa do Tricolor - Ale Cabral/AGIF
Sidão pode iniciar sua terceira temporada com a camisa do Tricolor Imagem: Ale Cabral/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

10/12/2018 04h00

A forma como o elenco do São Paulo se desenha para 2019 mostra que alguns jogadores que chegaram a ser titulares nas duas últimas temporadas tendem a ficar sem espaço. São os casos do goleiro Sidão e do lateral-esquerdo Edimar, que podem até ser negociados pelo Tricolor no mercado da bola

Leia mais

Essa possibilidade não passa por qualquer ato de dispensa, mas sim pelas próprias ambições dos atletas em ter mais chances de jogar. 

No gol, Sidão pode se tornar a terceira opção com a efetivação de Jean como titular e a ideia do técnico André Jardine de usar mais o jovem Lucas Perri no próximo ano. Edimar também tende a ser o terceiro em sua posição, já que o titular é Reinaldo e Léo Pelé foi comprado do Fluminense como grande aposta, com quatro anos de contrato.

O São Paulo, no entanto, não quer se desfazer de ninguém a qualquer custo. Sidão e Edimar são considerados atletas de comportamento elogiável, que assumiram responsabilidades em momentos delicados, como na luta contra o rebaixamento em 2017. Ou seja, se ficarem, serão levados em conta pela comissão.

Perguntado sobre o futuro, o goleiro Sidão foi econômico nas palavras. Lembrou que tem contrato até o fim do próximo ano e que precisará recuperar espaço: "Foi um ano de muito aprendizado e evolução. 2019 começa da estaca zero. Vamos ver o que conseguimos melhorar. Tenho contrato até o fim de 2019 e por enquanto não há novidade. Vou cumprir. Vou me reapresentar com todo o grupo e seguir a programação".

O caso de Sidão e Edimar é muito mais amistoso do que exemplos recentes de jogadores forçadamente colocados à disposição no mercado. Carlinhos, Wesley e Maicosuel foram peças que as diretorias fizeram de tudo para negociar, o que acabou gerando operações pouco vantajosas financeiramente, com empréstimos bancados pelo Tricolor e saídas turbulentas.

Outro atleta que pode ser negociado pelo São Paulo é Rodrigo Caio, que já externou sua insatisfação com o momento vivido no clube.

Mais Futebol