Topo

Futebol


Pepe rescinde com Besiktas e paga salários de funcionários, diz jornal

Pepe, do Besiktas, é marcado por Joseph Paintsil, do Genk, em jogo da Liga Europa - John Thys/AFP
Pepe, do Besiktas, é marcado por Joseph Paintsil, do Genk, em jogo da Liga Europa Imagem: John Thys/AFP

Do UOL, em São Paulo

16/12/2018 07h33

De acordo com reportagem do jornal espanhol "Marca", a crise financeira do Besiktas causou a rescisão do contrato do zagueiro luso-brasileiro Pepe. Antes de deixar a Turquia, o jogador pagou o salário de funcionários do clube.

Pepe tinha contrato com o Besiktas até junho, mas a crise fez com que o clube não tivesse recursos para pagar salários altos como o do defensor. Deste modo, o zagueiro inicia 2019 disponível para assinar com qualquer equipe.

Como um de seus últimos gestos no Besiktas, Pepe pagou o salário atrasado de funcionários do clube, como cozinheiros e cortadores de grama. Nesta temporada, o defensor entrou em campo 17 vezes pelo time da Turquia e marcou cinco gols.

Nascido em Maceió, Pepe se naturalizou português e disputou as três últimas Copas do Mundo pela seleção europeia. No Velho Continente desde 2001, passou por Marítimo, Porto e Real Madrid antes de chegar ao Besiktas.

Mais Futebol