Topo

Futebol


Copa América 'repete' Mundial, e Brasil pode jogar no Maracanã só em final

Mike Hewitt/Getty Images
Seleção brasileira vai tentar o título em casa Imagem: Mike Hewitt/Getty Images

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

2018-12-18T11:03:33

18/12/2018 11h03

A Copa América de 2019, que será disputada no Brasil, teve seu calendário completo divulgado nesta terça-feira (18). E, assim como ocorreu na Copa do Mundo de 2014, o Maracanã pode ficar fora do caminho da seleção brasileira até uma possível final da competição.

Única seleção com chaveamento definido por ser país-sede do torneio, o Brasil estará no grupo A. Na primeira fase, jogará duas vezes em São Paulo (14/06 no Morumbi e 22/06 na Arena Corinthians) e uma em Salvador (18/06 na Fonte Nova).

Caso se classifique em primeiro da chave ou como um dos melhores terceiros colocados, só jogará no Maracanã se chegar à final. O líder do grupo A disputará as quartas de final no dia 27/06, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Clique aqui para ver a tabela completa

A única possibilidade de a seleção brasileira jogar no Maracanã antes da final é se os comandados de Tite ficarem na segunda colocação do grupo A. Neste caso, faria as quartas de final no estádio carioca no dia 28/06.

Mineirão novamente no caminho

Palco da derrota para a Alemanha por 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo de 2014, o Mineirão deve voltar a cruzar o caminho da seleção brasileira em um momento decisivo da Copa América. O estádio mineiro terá uma das semifinais da competição continental no dia 02/07, recebendo o Brasil caso os donos da casa terminem em primeiro ou segundo na fase de grupos e avancem nas quartas de final.

A outra semifinal será disputada na Arena do Grêmio no dia 03/07. A disputa do terceiro lugar está marcada para a Arena Corinthians, em 06/07. Já a final ocorrerá no Maracanã, em 07/07.

Os adversários do Brasil na Copa América ainda são desconhecidos: o sorteio dos grupos acontecerá no dia 24 de janeiro, no Rio de Janeiro. Além dos comandados de Tite, participam da competição Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, membros da Conmebol, além de Japão e Qatar, convidados.

Mais Futebol