Topo

Futebol


Tite revela arrependimento por comerciais antes da Copa: "Enche o saco"

Buda Mendes/Getty Images
Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

2018-12-18T18:31:49

18/12/2018 18h31

O técnico Tite revelou que se arrependeu de ter feito comerciais de TV exibidos durante a Copa do Mundo da Rússia. O comandante da seleção brasileira foi o garoto-propaganda de quatro marcas.

"Eu faria diferente: exposição pública. Não faria os comerciais que eu fiz. Sabe por quê? Porque foram sempre em dezembro. E vocês sabem, vocês são da mídia. Eles ficam sempre em tempo integral, passando toda hora. Isso enche o saco", disse em entrevista à Gazeta Esportiva.

Tite recusou marcas concorrentes das que patrocinam a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas teve mais aparições na TV que Neymar durante o Mundial.

"(A profissão) não exige. É minha opção. Eu pegaria e faria um ou dois comerciais, no máximo. Foi muito menos do que eu tinha (de proposta), mas eu faria menos", declarou.

O treinador também explicou o motivo de ter aceitado renovar o contrato até a Copa de 2022, no Qatar. Ele assumiu a seleção em 2016, no lugar de Dunga e afirmou que não teria continuado no cargo após o Mundial da Rússia se tivesse começado o trabalho em 2014.

"Eu não estou pronto, vou continuar errando, porque sou ser humano. Mas eu tenho a busca sempre pelo aperfeiçoamento. Aperfeiçoamento de um técnico que já passou por uma Copa do Mundo, que apressou todos os processos que ele podia apressar para chegar na Copa", falou.

"A partir daí é aprender e passar agora as etapas que eu não tive anteriormente, aqueles quatro anos. Não é justificativa, mas, se eu tivesse feito os quatro anos, eu vou falar para ti, eu teria dito 'olha, passou minha etapa'. Tem outros grandes profissionais para fazer. Não gosto de reeleição. Tchau. Palavra de honra, não ficaria, não", acrescentou.

Mais Futebol