Topo

Futebol


Cruzeiro inicia 2019 precisando definir rumos de quem voltará de empréstimo

© Roberto Custódio/Light Press/Cruzeiro
Empréstimo de Digão terminou, mas zagueiro pode prolongar sua estadia no Flu Imagem: © Roberto Custódio/Light Press/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-01-01T04:00:00

01/01/2019 04h00

A temporada de 2019 começa no Cruzeiro com a diretoria precisando definir alguns destinos para os jogadores. Além de se acertar com atletas que terão os vínculos rescindidos, a cúpula também se preocupa em dar novos rumos para aqueles que retornam de empréstimo, mas que não serão aproveitados por Mano Menezes. Praticamente um time inteiro está de volta a partir deste 1º de janeiro, e ainda não sabe onde jogará.

Até o momento, o Cruzeiro esboçou a intenção de reintegrar apenas o atacante Renato Kayzer ao elenco. O jogador foi um dos destaques do Atlético-GO na campanha da Série B do ano passado. Outro possível retorno é do zagueiro Fabrício Bruno. A Chapecoense pretende continuar com o jogador emprestado, mas o Cruzeiro ainda avalia a possibilidade de utilizá-lo.

Pelo menos um time inteiro de atletas que voltam de empréstimo ainda não teve o destino decretado, alguns com negociações avançadas, outros nem tanto. O mais conhecido deles é o zagueiro Digão, que chegou a ser titular com Marcelo Oliveira no Fluminense, mas que não deve ter chances na Toca da Raposa. A tendência é que o jogador prolongue sua estadia do jogador no Rio de Janeiro.

Outro nome conhecido é o de Judivan. Após se recuperar de uma grave lesão que o tirou dos gramados por dois anos e meio, o atacante foi emprestado ao América-MG e depois para o CSA-AL, mas só jogou quatro partidas na campanha do time na Série B. Na lateral esquerda, Bryan defendeu o Vitória nesta temporada, mas já foi avisado de que não faz mais parte dos planos da equipe baiana, e tampouco ficará no Cruzeiro. Seu contrato vai até maio do ano que vem, e o jogador pode rescindir amigavelmente com o clube.

Desses jogadores que tinham contrato até o último dia de 2018, o Cruzeiro conseguiu se livrar de poucos. Mayke foi comprado pelo Palmeiras, enquanto o Nagoya Grampus-JAP adquiriu o meia Gabriel Xavier em definitivo. Já o atacante Thonny Anderson ainda não teve sua transferência decretada em definitiva para o Grêmio, mas o clube gaúcho já mostrou interesse em permanecer com o jogador.

Além desses atletas citados, o Cruzeiro ainda precisa se acertar com alguns jogadores que fizeram parte do time principal, mas que não ficarão na equipe a partir de agora. Um deles é Ezequiel, que tem contrato até agosto de 2019. No momento, o jogador negocia uma rescisão amigável para sair já neste início de ano.

A situação é bem parecida com a de Rafael Sóbis, que tem contrato até dezembro de 2019. Sem espaço no time titular, e às vezes também entre os reservas, o jogador pediu para ser negociado no final do ano passado. O caso de Sóbis está com o departamento jurídico, que será responsável pelo acerto que dará fim ao vínculo. Por último, o argentino Mancuello é outro que está com os dias contados na Toca. Com o interesse do San Lorenzo, o jogador é visto como carta fora do baralho na equipe celeste.

Jogadores que voltam de empréstimo, mas ainda não foram renegociados pelo Cruzeiro:

Defensores: Fabríco Bruno (Chapecoense), Digão (Fluminense)
Laterais: Bryan (Vitória), Pará (Vitória), Victor Luiz (Londrina) e Breno Lopes (Atlético-GO),
Meio-campistas: Alex (Atlético-PR) e Nonoca (Sport)
Atacantes: Luiz Fernando (Criciúma), Halef Pitbull (Santa Cruz), Caio Rangel (Juventude), Thonny Anderson (Grêmio) e Judivan (CSA-AL)

Mais Futebol