Topo

Futebol


Ex-goleiro é condenado a 75 anos de prisão por envolvimento em sequestros

Jeff Gross/Getty Images
Imagem: Jeff Gross/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

2019-01-08T19:17:52

08/01/2019 19h17

Preso em 2012 após ser acusado de envolvimento em três sequestros, o ex-jogador Omar "El Gato" Ortiz Uribe foi condenado a 75 anos de prisão nesta terça-feira (8), no México, quase sete anos depois de o caso vir à tona.

REUTERS/Daniel Becerril
Imagem: REUTERS/Daniel Becerril

As investigações apontam que ele indicava as vítimas e reunia informações para que os sequestros pudessem ocorrer; em troca, teria recebido mais de 100 mil pesos (R$ 19 mil, segundo a cotação atual). O grupo atuava na região da cidade de Monterrey.

O ex-goleiro tem 42 anos atualmente; segundo o jornal mexicano "El Norte", uma de suas vítimas era uma mulher menor de idade na época dos crimes. A quadrilha também sequestrou o marido da cantora Gloria Trevi.

Em 2017, ele foi ferido em um motim no presídio, fraturou o nariz e teve traumatismo em um dos olhos.

Em 2012, quando foi detido, Omar Uribe já não atuava havia dois anos por ter sido flagrado em exame antidoping na Copa Libertadores de 2010. Na ocasião, ele defendia o Monterrey, equipe da elite mexicana. Nunca mais entrou em campo.

Mais Futebol