São Paulo leva gol no fim e passa em segundo do grupo na Copinha

Do UOL, em São Paulo

  • Thiago Calil/AGIF

    Tuta, do São Paulo, em ação em jogo contra a Ferroviária

    Tuta, do São Paulo, em ação em jogo contra a Ferroviária

O São Paulo não conseguiu se classificar em primeiro no Grupo 7 da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na noite desta quarta-feira, o Tricolor fez confronto decisivo com a Ferroviária, que jogou em casa na Arena da Fonte Luminosa, e terminou frustrado pelo empate por 2 a 2, sofrido nos minutos finais. Assim, o time do Morumbi perde os 100% de aproveitamento na competição.

 A Ferroviária agora enfrenta o Velo Clube, que passou em segundo no Grupo 8, pela segunda fase da Copinha. Da mesma chave vem o próximo adversário do São Paulo, o Rio Claro, que foi líder. 

O placar foi inaugurado aos 28 minutos do primeiro tempo, em grande jogada dos atacantes Fabinho e Gabriel Novaes. O primeiro recebeu na esquerda, buscou o pivô do parceiro e bateu sem dominar, de fora da área. O chute de direita foi fortíssimo e acertou o ângulo do goleiro Guilherme.

A partida estava totalmente controlada pelos são-paulinos, comandados por Orlando Ribeiro. Fabinho acertou o travessão, em chance incrível desperdiçada na marca do pênalti. Depois, Antony tentou cruzar e também parou no travessão. Só que a facilidade para agredir a Ferroviária se transformou em displicência aos 40 minutos.

O zagueiro Tuta, que havia iniciado a jogada do gol tricolor, fez cobertura perfeita para salvar o goleiro Thiago Couto, mas decidiu tentar dar um chapéu Felipe Estrella em vez de isolar. O atacante da Ferroviária travou o drible e chutou com raiva para o gol vazio.

A torcida da casa se empolgou e tentou lançar o time para cima do São Paulo, que precisou administrar a pressão até o intervalo. Na etapa final, a marcação dos mandantes parecia mais firme e os quatro atacantes tricolores tinham pouco espaço para agir. Era preciso que alguém chegasse de trás para surpreender. E foi o que Rodrigo Nestor fez.

Aos 18 minutos, o meio-campista recebeu na entrada da área, limpou dois marcadores com um drible e bateu firme, novamente no ângulo direito de Guilherme. Mais um golaço para delírio da torcida são-paulina, que parecia garantir a classificação na primeira posição. 

Só que, em mais um vacilo da defesa tricolor, a Ferroviária buscou o empate mais uma vez. Lauro ajeitou para trás e Pedro Guerreiro sacramentou o 2 a 2, aos 43 minutos. 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos