Topo

Futebol


Amistoso opõe "novo Corinthians" a Santos carente de reforços para Sampaoli

Marcello Zambrana/AGIF
Santos defende sequência de quatro clássicos sem perder do Corinthians Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Arthur Sandes e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

2019-01-13T04:00:00

13/01/2019 04h00

Corinthians e Santos estreiam na temporada de 2019 em amistoso, às 17h30 (de Brasília) deste domingo, em Itaquera. O duelo serve para o técnico Fábio Carille testar os reforços do clube em alto nível pela primeira vez, contra um rival que precisa mostrar que é "novo" sob o comado do técnico Jorge Sampaoli, que tem apenas um reforço até o momento.

O Corinthians deve testar seis dos sete reforços que contratou para este início de temporada - somente Boselli é desfalque, pois resolve pendências no México. A expectativa é que Carille mantenha a espinha dorsal da equipe do ano passado, mas dando tempo de jogo considerável àqueles que vieram de fora. Ramiro deve ser o único contratado a ser titular no amistoso, e Gustavo pode receber chance no ataque após voltar de empréstimo.
 

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Carille ganhou sete reforços para o início de 2019 e deve utilizar a maioria deles Imagem: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Não deve haver novidades na primeira metade da escalação corintiana, pois Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar já jogavam juntos em 2018. A provável mudança é justamente a presença de Ramiro ao lado de Ralf, na função de segundo volante, para assim dar suporte à linha de três criadores: Clayson, Jadson e Pedrinho. Gustavo deve desbancar Roger e assumir o posto de camisa 9.

A formação é parecida com aquela que iniciou o jogo-treino da última quinta-feira (10), contra o Nacional-SP, no CT Joaquim Grava. Na ocasião o Corinthians sofreu com o calor, sentiu o início de pré-temporada e teve enorme dificuldade para criar jogadas de perigo. Neste cenário, Carille prefere manter boa parte da escalação do ano passado para ter ao menos algum nível de entrosamento em campo.

A tendência é que Richard, Sornoza e André Luis sejam acionados durante a partida, ainda dentro do esquema com dois pontas e um armador centralizado atrás do centroavante. Já Michel Macedo pode jogar alguns minutos na lateral direita, enquanto Gustavo Mosquito tem chances de atuar pela boa impressão deixada no jogo-treino do meio de semana.

No Santos, por outro lado, as caras novas são poucas. Sampaoli está carente de reforços e até irritado: até o momento a diretoria santista só fechou uma contratação. O clube contratou o meia venezuelano Yeferson Soteldo, do Huachipato-CHI, mas o atleta ainda não se apresentou.

Ivan Storti/SantosFC
Sampaoli ainda não recebeu um reforço sequer no Santos e mostra irritação Imagem: Ivan Storti/SantosFC
O treinador pediu o zagueiro Felipe Aguilar, do Atlético Nacional-COL; o goleiro Martin Campaña e o atacante Emmanuel Gigliotti, do Independente; os meias Pablo Pérez, do Boca Juniors, e Ramires, do Bahia; além do goleiro Éverson, do Ceará. Nenhum dos pedidos foi atendido até aqui.

Se não bastasse, Sampaoli não gostou do que viu em seus primeiros dias de trabalho e iniciou uma "lista de dispensas" que pode contar nomes conhecidos, como Eduardo Sasha, Daniel Guedes, Rodrigão, Copete, entre outros.

Três jovens que se apresentaram no profissional, casos de Sabino, Juliano e Matheus Oliveira, já foram liberados. O UOL Esporte revelou que Sampaoli ficou insatisfeito até com atletas que voltaram muito acima do peso. Há jogadores que se apresentaram com até 10kg acima do ideal.

Mesmo assim, diretoria, conselheiros e torcedores estão ansiosos para acompanharem o Santos de Sampaoli. Isso porque o treinador comandou treinos com alta intensidade, priorizando marcação pressão e passes rápidos. O argentino quer montar um time técnico, que não dê "chutão" e saiba sair jogando desde o goleiro. Por isso pediu a contratação de outro camisa 1, pois considera que Vanderlei, ídolo da torcida, joga somente debaixo do gol.

Ação contra a violência e taça em jogo

A programação das duas delegações será diferente neste domingo. Jogadores, comissões técnicas e diretores de ambos os times almoçam juntos no CT Joaquim Grava por volta das 13 horas (de Brasília), em uma reunião simbólica que visa a combater a violência no futebol.

O clássico ainda coloca em disputa o Troféu Gylmar dos Santos Neves, batizado em homenagem ao goleiro que fez história vestindo as camisas dos dois clubes. O vencedor fica com a taça, e os critérios de desempate são cartões recebidos e faltas cometidas.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x SANTOS
 
Data: 13 de janeiro de 2019, domingo
Horário: 17h30 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
 
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Carlos Augusto; Ralf, Ramiro, Pedrinho (Sornoza), Jadson e Clayson; Gustavo. Técnico: Fábio Carille.
 
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique, Orinh; Diego Pituca, Carlos Sánchez e  Jean Mota; Derlis González, Felippe Cardoso e Bruno Henrique. Técnico: Jorge Sampaoli.

Mais Futebol