Topo

Futebol


Contrato longo faz Athletico-PR ultrapassar Grêmio na luta por M. Gabriel

Ale Cabral/AGIF
Marquinhos Gabriel está perto de ser confirmado pelo Athletico-PR por três anos Imagem: Ale Cabral/AGIF

Bruno Grossi, Napoleão de Almeida, Leo Burlá e Marinho Saldanha

Do UOL, em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre

2019-01-13T18:10:40

13/01/2019 18h10

Um contrato de três anos mudou o cenário da negociação de Marquinhos Gabriel. Após rescindir com Al-Nasr-EAU, o atacante estava entre Grêmio e Fluminense, mas o Athletico-PR ultrapassou os concorrentes pela perspectiva de ligação mais longa. 

Tão logo a rescisão foi oficializada pelos árabes, o Grêmio se via perto de finalizar o acordo. Já tinha uma sinalização positiva do Corinthians em negócio por empréstimo de uma temporada. Marquinhos Gabriel foi um pedido do técnico Renato Gaúcho e um desejo antigo da equipe azul, branca e preta. 

O Fluminense surgia como segundo interessado, mas sem a mesma força da equipe de Porto Alegre. Apenas acompanhava à distância, embora o meia fosse uma possível compensação pelo negócio de Sornoza com o Alvinegro. Ciente de que a transação era improvável, o Flu buscou Yony González, Mateus Gonçalves e acerta os últimos detalhes por Caio Henrique.

Mas, munido da mesma informação, o Rubro-Negro entrou na jogada. Ofereceu um contrato de três anos e fez o jogador mudar de ideia. A preferência por atuar no Grêmio deixou de ser realidade e o tom, no fim da tarde deste domingo (13), mudou na capital gaúcha. 

A direção gremista entrou em contato com o estafe do atleta e ouviu do possível acerto com o Athletico-PR. O tom, então, passou a ser totalmente pessimista. 

A presença do Furacão na Libertadores e a forma como o clube demonstrou o desejo de contar com o atleta também ajudaram a cativar Marquinhos, que tem contrato até o meio de 2020 com o Corinthians. Ele mantém conversas com o volante Camacho, com quem jogou no Timão, e recebeu ligações dos dirigentes Paulo André e Rui Costa nos últimos dias. 

Mais Futebol