Topo

Futebol


Atlético programa volta de jovem xodó que já barrou Elias no time titular

Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Blanco perderá estreia na Libertadores, mas deverá voltar aos treinos no mês que vem Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-01-14T04:00:00

14/01/2019 04h00

Aos 24 anos, o volante Gustavo Blanco está em fase final de recuperação no Atlético-MG. A partir do próximo mês, o garoto deverá começar a reacender a disputa no meio-campo com o veterano Elias, um dos seus concorrentes que chegou a ir para o banco de reservas na última temporada.

Considerado um dos xodós da torcida, Blanco se recupera de uma entorse no joelho esquerdo com ruptura do ligamento cruzado que o afastou dos gramados desde julho de 2018. Agora, o jogador já iniciou a transição para os trabalhos físicos, mas o departamento médico ainda estuda com cautela o retorno completo do jogador aos treinos com o grupo. A expectativa é que Blanco volte apenas nas primeiras semanas de fevereiro, perdendo os primeiros jogos do estadual e também a estreia da Libertadores.

"Ele está na fase final, na transição física. Ele já fez todos os trabalhos na fisioterapia, tanto clínico como físico. Agora está na transição física, começa a condicionar, fazer os trabalhos que aproximam do futebol. Acredito que em duas a três semanas ele já esteja apto com a gente no grupo", comentou Luís Otávio Kalil, preparador físico do Galo.

A estreia alvinegra na temporada será no dia 20 de janeiro, contra o Boa Esporte. Além do primeiro jogo, Blanco deverá perder no mínimo outros quatro compromissos do estadual, além de pelo menos o jogo da ida contra o Danubio, pela Libertadores.

"Para o primeiro jogo e o segundo, talvez, ainda seria cedo. Mas se Deus quiser, a  gente passando para a próxima fase, já vamos contar com ele", completou o preparador, em entrevisa à Rádio Itatiaia.

Gustavo Blanco chegou ao Atlético em junho de 2017, mas teve o azar de sofrer lesões nos momentos de alta. Em sua primeira temporada, atuou poucas vezes, mas sofreu uma lesão no tendão de Aquiles quando ganhava uma sequência de partidas. No ano passado, viveu seu melhor momento sob o comando de Thiago Larghi, chegando a desbancar o meia Elias no time titular e se tornando um dos pilares daquele time que chegou a liderar o Brasileirão. Porém, novamente foi alvo das lesões, desta vez no joelho esquerdo, dando lugar ao veterano na equipe novamente.

Mais Futebol