Topo

Futebol


Rodrygo é expulso, Brasil perde da Venezuela e se complica no Sul-Americano

Divulgação/Conmebol
Imagem: Divulgação/Conmebol

Do UOL, em São Paulo

02/02/2019 01h03

A seleção brasileira entrou em campo, nesta sexta-feira (1º), pelo segundo jogo do hexagonal final do Sul-Americano sub-20, no Chile. Depois do empate sem gols contra a Colômbia, o Brasil voltou a decepcionar, foi derrotado pela Venezuela por 2 a 0 - gols de Hurtado - e se complicou no torneio. No fim, Rodrygo perdeu a cabeça e foi expulso.

Leia também: 

"Messi é a mistura do Cristiano Ronaldo e do Neymar", afirma Daniel Alves
Troféu da Copa América começa a ser exposto no Museu da Seleção Brasileira
Neymar faz fisioterapia no pé machucado enquanto curte filme

Com a derrota, a equipe de Carlos Amadeu ocupa a lanterna do hexagonal com apenas um ponto em dois jogos. A liderança é da Venezuela, que tem quatro pontos, seguida por Uruguai (também com quatro), Equador e Argentina, ambos com três pontos, e Colômbia, que também soma um ponto. Os quatro primeiros colocados se classificam para o Mundial da categoria.

Este foi o segundo confronto entre Brasil e Venezuela. Os dois países se enfrentaram na primeira fase do Sul-Americano, quando os brasileiros levaram a melhor por 2 a 1. Apesar disso, foram os venezuelanos que terminaram com a primeira colocação.

No duelo desta sexta, o Brasil criou a primeira chance na etapa inicial, mas Marcos Antônio chutou para fora. Depois disso, a Venezuela começou a dominar. Primeiro, acertou o travessão com Yriarte. Pouco depois, aos 22 minutos, Hurtado recebeu na entrada da área, girou entre os defensores brasileiros e bateu no canto direito do goleiro Phelipe para marcar um belo gol.

O Brasil ainda tentou com Toró e Emerson, mas foi para o intervalo atrás no placar. A Venezuela continuou melhor no início do segundo tempo. Hurtado carregou a bola do meio-campo até a área brasileira, deixou a defesa inteira para trás e bateu para boa defesa de Phelipe.

Do outro lado, Rodrygo assustou em cobrança de falta para fora. Já na reta final, Igor Gomes recebeu belo passe e tentou de cobertura, mas mandou por cima do gol. A pressão era do Brasil, mas a Venezuela voltou a marcar. Aos 42 minutos, após cobrança de escanteio, Anzola ajeitou, e Hurtado completou para o gol enquanto os brasileiros reclamavam que a bola havia saído no toque de Anzola.

Nos acréscimos, Rodrygo perdeu a cabeça, deu uma "tesoura" no adversário e recebeu o cartão vermelho direto. 

A seleção brasileira volta a campo na próxima segunda-feira, quando encara o Uruguai. No mesmo dia, a Venezuela enfrenta a Argentina.

Mais Futebol