Topo

Futebol


CT do Fla é liberado, mas MP fará reunião para avaliar exigências no local

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-02-12T19:13:51

12/02/2019 19h13

A vistoria dos órgãos competentes liberou momentaneamente o CT Ninho do Urubu para uso por parte do Flamengo. Nesta terça-feira (12), representantes do Ministério Público do Trabalho, da Defensoria Pública, das Secretarias Estaduais de Urbanismo e Fazenda e do Corpo de Bombeiros fiscalizaram o centro de treinamento.

Ficou definido que o local permanecerá aberto após o incêndio que matou dez jovens das categorias de base. Na próxima sexta-feira (15), no entanto, haverá nova reunião na sede do Ministério Público, quando o laudo da visita será apresentado e exigências debatidas com o Flamengo, que precisará apresentar uma série de documentos. Caso contrário, o CT poderá ser interditado.

Algumas mudanças no local deverão ser realizadas por conta da análise dos órgãos competentes. O Flamengo firmou compromisso para atender o que for solicitado.

O clube ainda aguarda o aval dos órgãos responsáveis e busca as regularizações necessárias para que o CT volte a receber os jovens e sirva novamente como alojamento.

Nesta terça-feira, a área do incêndio passou por nova perícia criminal. A polícia investiga as causas do incêndio e responsabilidades. O caso está sendo tratado pela 42ª Delegacia Policial e ainda não tem a conclusão apresentada.

Veja a nota do Ministério Público

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPRJ) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) realizaram vistoria técnica, nesta terça-feira (12/02), no Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio.

As instituições que compõem a força-tarefa recolheram informações técnicas relacionadas às instalações do Ninho do Urubu e a questões ligadas à proteção dos direitos da infância e da juventude. Representantes do Flamengo estiveram presentes e franquearam o acesso às dependências do centro. Foram requisitados documentos para embasar posterior análise da perícia.

Também estiveram presentes representantes da Polícia Civil do Estado, do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e da Prefeitura do Município do Rio, que recolheram material para a complementação do parecer sobre a inspeção.

Como já anunciado, cada instituição apresentará relatório conclusivo na próxima sexta-feira (15/02), em reunião a ser realizada às 10 horas na sede do MPRJ, para a adoção das medidas cabíveis junto ao clube para a regularização do CT. 

O Flamengo também emitiu nota sobre o caso:

"O Clube de Regatas do Flamengo recebeu hoje no Centro de Treinamento George Helal, em Vargem Grande, representantes do Ministério Público Estadual, do Ministério Público do Trabalho, da Defensoria Pública, do Ministério do Trabalho, das Secretarias Municipais de Urbanismo e da Fazenda, do Corpo de Bombeiros, do Gabinete do governador do Estado, da Polícia Civil e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

Os representantes dos diferentes órgãos vistoriaram todas as instalações do CT, em cumprimento ao que fora acordado em reunião realizada na tarde de ontem na sede do MP-RJ, após convocação do procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem.

A direção do Flamengo, que acompanhou a vistoria, tomará todas as providências em relação aos pontos que foram observados pelos órgãos públicos. E reitera que seguirá à disposição de toda e qualquer autoridade ou órgão envolvido na apuração das causas da tragédia que vitimou atletas da categoria de base do Clube na manhã da última sexta-feira.

O Clube de Regatas do Flamengo - cuja nova administração assumiu há pouco mais de um mês - continua com o seu Comitê de Crise mobilizado na sede da Gávea, e ainda tendo como prioridade o atendimento aos familiares das vítimas fatais e aos atletas feridos."

Mais Futebol