Topo

Esporte


Entenda por que torcedor inglês vai a todos jogos fora de casa correndo

Divulgação/TheRunAway
Scott Cunliffe já fez 14 viagens e percorreu 3.800 para ver o Burnley jogar no Inglês Imagem: Divulgação/TheRunAway

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-02-16T16:08:41

16/02/2019 16h08

Um torcedor do Burnley decidiu acompanhar os jogos do time de coração fora de casa de uma maneira inusitada. Scott Cunliffe, de 44 anos, vai literalmente correndo até os estádios onde a equipe atua como visitante nesta edição do Campeonato Inglês. Já foram 14 partidas que levaram o atleta amador a percorrer mais de 3.800 km por toda a Grã-Bretanha.

Apelidado de "Forrest Gump" em homenagem ao personagem de Tom Hanks no cinema, Cunliffe embarcou no chamado "TheRunAway Challenge" por uma causa altruísta. Ele divulga seu feito enquanto pede doações para ajudar instituições sociais ajudadas pelos clubes da Premier League e ações de caridade de Burnley. O objetivo é levantar 25 mil libras esterlinas (cerca de R$ 120 mil). Até a publicação desta matéria, ele já havia atingido 50% da meta.

A questão mental também é chave para o desafio. Depois de duas décadas trabalhando com projetos beneficentes na Ásia e lidando diariamente com conflitos violentos e miséria, Cunliffe desenvolveu estresse pós-traumático e depressão. Encontrou na corrida parte da terapia para superar os problemas e agora quer levar o benefício a outras pessoas, mesmo que com ajuda financeira.

"Quero usar essa experiência para beneficiar outros e penso que futebol é o modo perfeito de unir as pessoas nesta causa", diz Cunliffe no site oficial do projeto.

O ponto de partida do atleta amador é sempre o Turf Moor, estádio do Burnley localizado no condadoinglês de Lancashire. Na véspera do início da 27ª rodada do torneio, em que o clube receberá o Tottenham em casa e dará algum descanso às pernas do torcedor, ele já passou 565 horas correndo, contabilizando 4.408 passos. Mas não pense que ele ficará em casa: o "Forrest Gump" de Burnley garante que também acompanha todas as partidas do time como mandante.

As viagens mais longas até agora foram para enfrentar o Southampton em St. Mary's, distância de 433km - levou dez dias para chegar, contra as quatro horas que os jogadores demoraram no ônibus. Mas a maior distância foi contra o Brighton, no Falmer Stadium: 446km percorridos. A mais curta foi para o estádio do Huddersfield - apenas 42 km. Cunliffe conta que já gastou a sola de dez pares de tênis no desafio e estima usar outras dez até o fim do desafio.

A 11 rodadas do fim da competição, o Bunrley ocupa a 15ª posição, com 27 pontos conquistados, e luta contra o rebaixamento. Isso não parece desanimar Cunliffe, que ainda irá correr para os jogos contra Newcastle, Liverpool, Bournemouth, Chelsea e Éverton até o fim do certame. Sorte dele que a Inglaterra não é um país de grandes proporções geográficas. Imagina se ele tenta fazer o mesmo no Brasil?

Mais Esporte