Topo

Esporte


Bayern segura desfalcado Liverpool e leva empate para a Alemanha

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/02/2019 18h52

O Bayern de Munique segurou o Liverpool no primeiro duelo válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Diante de um desfalcado rival, que não teve entre os 11, por exemplo, o principal zagueiro (Van Dijk), a equipe alemã sustentou o placar de 0 a 0, hoje, em Anfield, e leva uma pequena vantagem para o confronto da volta, a ser disputado na Alemanha.

O Liverpool procurou levar intensidade e atuou conforme as tradições do treinador Jurgen Klopp. Marcação alta, passes em velocidade e movimentação constante do trio de ataque entre Firmino, Salah e Mané ditaram a característica do duelo no primeiro tempo.

Diante de um bem postado Bayern, contudo, não foi suficiente, especialmente em uma noite de pouca inspiração do egípcio e segurança total do sistema defensivo dos visitantes na parte final do jogo.

O resultado sem alteração desta terça-feira permite ao Bayern de Munique depender de uma vitória simples para avançar às quartas de final. O confronto da volta está agendado para o próximo dia 13, na Allianz Arena, em Munique. Empate com gols, por outro lado, classifica o Liverpool.

Quem foi bem: Javi Martínez

Javi Martínez: dono de atuação segura e símbolo da eficiência defensiva do Bayern diante do Liverpool - Carl Recine/Reuters
Javi Martínez: dono de atuação segura e símbolo da eficiência defensiva do Bayern diante do Liverpool
Imagem: Carl Recine/Reuters

Principalmente no segundo tempo, o volante espanhol teve papel fundamental para segurar o Liverpool. A presença física e a experiência de Javi Martínez facilitaram a tarefa dos visitantes, que procuravam a todo tempo diminuir a intensidade do jogo do Liverpool. Desarmes providenciais na frente da área fecharam os espaços para as infiltrações na etapa final de jogo.

Quem foi mal: Robertson

O lateral esquerdo do Liverpool sofreu durante todo o jogo com Gnabry, meia-atacante do Bayern. Ofensivamente, Robertson teve produção pobre durante os 90 minutos, errando passes e desperdiçando muito a bola.

Firmino supera virose

Firmino teve boa atuação no primeiro tempo, mas caiu de ritmo na parte final do confronto em Anfield - Christof Stache/AFP
Firmino teve boa atuação no primeiro tempo, mas caiu de ritmo na parte final do confronto em Anfield
Imagem: Christof Stache/AFP

O brasileiro Roberto Firmino por pouco não foi desfalque no jogo. Uma virose tirou o atacante do treino de segunda-feira e minou o desempenho do camisa 9 no duelo decisivo. Durante o primeiro tempo, o jogador da seleção brasileira centralizou a organização ofensiva e participou bem do jogo - a melhor chance, com Matip, saiu após passe do centroavante. No segundo tempo, o ex-Figueirense sentiu o ritmo e caiu assim como o time.

Liverpool intenso, mas sem pontaria

Salah desperdiçou boa chance no meio do primeiro tempo em Anfield - Carl Recine/Reuters
Salah desperdiçou boa chance no meio do primeiro tempo em Anfield
Imagem: Carl Recine/Reuters

Entram jogadores, saem outros, e o Liverpool de Jurgen Klopp segue intenso e veloz. Apesar da dificuldade na saída de bola, a equipe contou com boa atuação de Keita, Henderson e Wijnaldium para vencer a disputa no meio-campo e controlar o jogo. As chances apareceram. Salah, de cabeça, desperdiçou excelente oportunidade aos 23 minutos; Matip, aos 39 minutos, recebeu passe de Firmino e perdeu chance clara.

Bayern incomoda Alisson

Mesmo fora de casa, a equipe alemã adotou uma postura agressiva desde os primeiros minutos de partida. Ciente dos importantes das ausências de Lovren e, principalmente, Van Dijk, o Bayern adiantou a marcação e pressionou a saída de bola do Liverpool. Foram pelo menos dois momentos no primeiro tempo em que Alisson por pouco não entregou boas chances aos visitantes. Não havia sossego para a defesa britânica.

Fabinho na zaga

Fabinho atuou na zaga e teve trabalho com o ataque do Bayern de Munique - Oli Scarff/AFP
Fabinho atuou na zaga e teve trabalho com o ataque do Bayern de Munique
Imagem: Oli Scarff/AFP

Os desfalques obrigaram o técnico Jurgen Klopp a improvisar. De lateral direito de origem a meio-campista fixado desde a última temporada no Monaco, Fabinho atuou como zagueiro nesta partida contra o Bayern. A presença mais atrás obrigou o brasileiro a participar ainda mais da saída de bola, focada no camisa 3, que fez companhia a Matip no centro da zaga.

Ingleses cansam, e Bayern administra

Bayern de Munique segurou o Liverpool no segundo tempo, mantendo a posse e fechando infiltrações - Carl Recine/Reuters
Bayern de Munique segurou o Liverpool no segundo tempo, mantendo a posse e fechando infiltrações
Imagem: Carl Recine/Reuters

O ritmo intenso de transições rápidas custou ao Liverpool. Sem abrir o placar e diante de uma marcação bem postada, a equipe inglesa cansou e caiu de produção na segunda etapa. Em contrapartida, o Bayern, especialmente com Gnabry pela ponta direita, cresceu de rendimento e passou até a controlar o ritmo do duelo. Nenhum jogador do clube alemão negou a satisfação pelo 0 a 0. 

FICHA TÉCNICA
LIVERPOOL 0 x 0 BAYERN DE MUNIQUE

Local: Estádio Anfield, em Liverpool (Inglaterra)
Data: 19 de fevereiro de 2018 (terça-feira)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Gianlucca Rocchi (Itália)
Assistentes: Filippo Meli e Matteo Passeri (ambos da Itália)
Cartões Amarelos: Henderson (Liverpool); Kimmich (Bayern)

LIVERPOOL: Alisson; Alexander-Arnold, Fabinho, Matip e Robertson; Wijnaldum, Henderson e Keita (Milner); Salah, Firmino (Origi) e Mané.
Técnico: Jürgen Klopp.

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Kimmich, Sule, Hummels e Alaba; Thiago Alcântara, Javi Martínez e James Rodríguez (Renato Sanches); Coman (Ribéry), Lewandowski e Gnabry (Rafinha).
Técnico: Nico Kovac.

Mais Esporte