Topo

Esporte


Agüero evita polêmica após ser ignorado na seleção: "Tem que respeitar"

CARL RECINE/Action Images via Reuters
Sergio Agüero evitou qualquer polêmica pela ausência na última lista antes da convocação para a Copa América Imagem: CARL RECINE/Action Images via Reuters

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-03-07T18:33:11

07/03/2019 18h33

Sergio Agüero vive grande fase no Manchester City. Autor de 12 gols nos 13 jogos em que disputou no ano de 2019, o atacante argentino acabou ignorado por Lionel Scaloni na lista dos convocados da seleção do país para os jogos contra Venezuela (22 de março) e Marrocos (26), divulgada hoje (7). O veterano de três Copas do Mundo, contudo, evitou entrar em qualquer polêmica ao tratar a ausência dentro do último elenco antes do grupo para a Copa América 2019.

Em entrevista concedida à ESPN da Argentina, Agüero evitou alimentar qualquer insatisfação pela ausência no grupo dos convocados. Será o último teste de Lionel Scaloni antes de fechar os 23 que vão tentar o primeiro título de Copa América da seleção alviceleste desde 1993.

"Estou pensando mais no clube. A primeira vez que falei com o treinador foi em agosto; tivemos uma boa conversa, mas obviamente não vou dar detalhes do que falamos. Depois, nunca mais. No fim, tem que respeitar as decisões. Vou tentar fazer o melhor aqui, pois teremos uma semana complicada e importante no Campeonato Inglês, Liga dos Campeões e Copa da Inglaterra", declarou.

Agüero não defende a seleção desde a eliminação precoce na Copa do Mundo de 2018, quando anotou o terceiro gol da Argentina na derrota por 4 a 3 para a França, ainda na fase oitavas de final. 

O atacante do Manchester City, entretanto, emplacou uma excelente fase no clube e era cogitado para retornar à lista neste último teste antes da convocação para a Copa América. Nada, contudo, que abale o jogador de 30 anos, presente nos Mundiais de 2010, 2014 e 2018.

"Não havia sido convocado nas últimas vezes. Estava tranquilo e tratando de focar no Manchester City, fazer as coisas bem aqui. Hoje tinha esse compromisso com a imprensa e me disseram que não estava convocado. Falou-se muito. Gostaria que fossem mais respeitosos com as decisões. Se não me incomoda estar? Não me incomoda.  Pronto. Sempre vou estar 100% com a seleção, que façam bons jogos", acrescentou.

Enquanto Agüero segue fora da seleção, Lionel Messi está de volta. O craque do Barcelona, que se afastara da equipe nacional após o Mundial da Rússia, acabou chamado por Scaloni nesta quinta-feira e deve estar presente na disputa da Copa América no Brasil.

Mais Esporte