Topo

Futebol


Grêmio tem sequência de jogos em casa até o Gre-Nal e vai 'rodar' elenco

EVERTON SILVEIRA/AGÊNCIA FREE LANCER/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: EVERTON SILVEIRA/AGÊNCIA FREE LANCER/ESTADÃO CONTEÚDO

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

2019-03-08T04:00:00

08/03/2019 04h00

O Grêmio inicia no sábado uma série de partidas como mandante que deságua no Gre-Nal 418, válido pela penúltima rodada da primeira fase do Gauchão. Com três jogos na Arena, Renato Gaúcho vai usar boa parte do elenco para evitar fadiga muscular. Desta forma, a escalação contra o São José-POA será reserva. Diego Tardelli pode ser atração.

Grêmio e São José-POA se enfrentam neste sábado (9), às 19h (Brasília).

Na sequência, o time gremista recebe o Libertad-PAR pela segunda rodada do grupo 8 da Libertadores e depois pega o Internacional. A partida contra os paraguaios é na terça-feira (12) e o clássico no domingo (17). Três dias mais tarde o Grêmio fecha a primeira fase do Estadual diante do Pelotas, fora de casa, sem Kannemann e Everton, e aí entra na fase de mata-mata. Mas tudo começa contra o 'Zequinha'.

A partida do Gauchão será a segunda do elenco gremista após parada de 10 dias, mas precede uma pequena maratona de compromissos ao longo do mês. Por isso, a comissão técnica decidiu que irá mexer na escalação. A formação deve dar espaço a suplentes e jovens.

Rafael Galhardo, contratado por empréstimo ao Vasco, deve fazer estreia imediata. A entrada do lateral direito em campo se justifica pelo mesmo princípio: sequência de jogos de Leonardo, atual titular do flanco direito da defesa gremista.

No meio-campo, Matheus Henrique e Jean Pyerre devem ganhar minutos. Os dois entraram no segundo tempo contra o Rosario Central, pela Libertadores, e foram bem. Alisson, recuperado de lesão, será uma alternativa. Montoya, que neste momento perde disputa com Marinho pela vaga entre os titulares, também jogará. A grande dúvida no planejamento do Grêmio para os próximos dias é em relação a Diego Tardelli. O atacante tem treinado normalmente com bola e pode até ser relacionado.

"Isso vai ser resolvido isso nos próximos dias, mas a tendência é essa mesmo (time reserva no final de semana). Não creio que o Tardelli jogue, ficou muito tempo parado. Tem que atingir um nível ainda, está só na metade dos treinos. Mas quem vai decidir é o Renato, claro", disse Duda Kroeff, vice de futebol do Grêmio.

Para não revelar o plano de ação detalhadamente, o Grêmio definiu que o treino deste sábado será com portões fechados. A atividade servirá para bater o martelo em relação a Tardelli e, principalmente, a formação do meio-campo.

Mais Futebol