Topo

Diego Souza é apresentado no Botafogo: "Não vou medir esforços"

Do UOL, em São Paulo

09/03/2019 10h53

Diego Souza foi apresentado como novo jogador do Botafogo na manhã de hoje, em General Severiano, com a missão de assumir o papel de protagonista. Muito aclamado pela torcida, o centroavante chegou ao clube garantindo que não medirá esforços para trazer conquistas. A camisa 7 do Alvinegro foi entregue ao jogador por um sócio torcedor. 

"Desde quando surgiu a possibilidade de eu vir, eu vejo o carinho do torcedor comigo e isso não tem preço. Hoje as redes sociais te aproximam muito. Fico muito feliz pelo carinho, por pedirem por mim. Tenho certeza, vou fazer de tudo, não vou medir esforços para transformar esse carinho em gols, vitórias e conquistas", falou Diego Souza.

"Hoje com grande alegria, o Botafogo está apresentado o jogador Diego Souza. Aqui nesse salão nobre que tiveram grandes eventos e marcou nosso time. Nós sabemos da experiencia que ele tem, demonstrou nos clubes que ele passou, irá engradecer nosso plantel de hoje com grandes conquistas, vitórias e muitos títulos. Temos certeza de que Diego, juntamente com o plantel de jogadores, irá contribuir muito para a grande conquista que nós desejamos, que são títulos", disse o presidente Nelson Muffarrej.

Contratado em 2018 pelo São Paulo, Diego Souza deixou o Morumbi com alguns gols, mas muito distante de cumprir a expectativa criada em sua chegada, quando tinha a expectativa de disputar a Copa do Mundo de 2018. Fora da lista de Tite, viu seu futebol cair até ser considerado negociável.

"Ano passado foi um ano bom, artilheiro do São Paulo. Esse ano as coisas não aconteceram da melhor maneira para o São Paulo, até porque eu não joguei muito nesse ano, então nem me avalio nisso. Todo o ano, na minha carreira, o final é sempre proveitoso. Eu fico tranquilo e sei do meu potencial. Não estou aqui para provar nada a ninguém, estou aqui para agregar e ajudar. Isso aqui não tem preço, chegar e ver o torcedor feliz com a sua chegada", falou Diego.

Ao assinar com o Botafogo, ele chega para defender o nono dentre os 12 clubes dos quatro centros mais fortes do Brasil. A transferência só aconteceu por muita vontade de Diego Souza em defender as cores do Alvinegro, já que ele abriu mão de R$ 2,7 milhões ao deixar o São Paulo.

"O que mais pesou foi o projeto do Botafogo, ambicioso. Time aguerrido, que está criando uma identidade muito boa. Quero fazer parte disso. Chegar para agregar e fazer de tudo para ter essa identidade lá dentro. Acho que quando isso acontece, a gente traz alegria ao torcedor", exaltou o centroavante.

O atacante não receberá de nenhum dos clubes envolvidos a quantia de R$ 300 mil mensais de luvas e direitos de imagem referentes aos nove meses restantes do ano de 2019.

Confira outros destaques da entrevista de apresentação de Diego Souza:

Peso em vestir a camisa 7?

"Eu não vejo como peso. Fico feliz de estar recebendo essa camisa 7 de grandes jogadores, o que eu pude mais acompanhar foi o Tulio, artilheiro do brasileiro em 95. O que eu quero é esses fluídos bons da camisa 7. 

"Não estou vindo para passear"

"Sou carioca. É a cidade que eu vou morar, mas é trabalho. Não estou vindo para o Rio para passear, por gostar do Rio, estou vindo pelo Botafogo. Não é mais cômodo vir para cá, é meu trabalho. Eu sempre fui muito profissional. Atrás do Diego tem a minha família, tenho que trabalhar bem, porque tenho bastante gente para ajudar. Nosso projeto tem ambição e o mais importante é isso para mim"

Recado para a torcida

"Para o torcedor, eu posso dizer que eu estou com expectativa maravilhosa. Temos três campeonatos importantes. É um time que tem tudo para surpreender. Tem um treinador que é muito estudioso, inteligente. Temos tudo para crescer juntos. Estou feliz e motivado para ajudar. Já me conhecem bastante. Mas podem esperar um jogador aguerrido, guerreiro, que vai se doar bastante. Minha função é de assumir responsabilidade. De participar dessa fase final do campo. Vou brigar lá na frente"