Topo

Esporte


Times europeus ameaçam boicotar novo Mundial de Clubes pretendido pela Fifa

Reprodução
Troféu do Mundial de Clubes da FIFA Imagem: Reprodução

Do UOL, com informações da Reuters

2019-03-15T09:41:30

15/03/2019 09h41

Os principais clubes da Europa ameaçam boicotar o novo formato do Mundial de Clubes pretendido pela Fifa, com a presença de 24 times a partir de 2021.

O jornal alemão "Süddeutsche Zeitung" publica hoje uma carta da Associação Europeia de Clubes (ECA) endereçada à Uefa e ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, colocando-se contrária à organização do torneio.

Assinam o documento o presidente da associação, o mandatário da Juventus Andrea Agnelli, e outros 15 membros da diretoria, incluindo autoridades de times como Manchester United, Barcelona e Ajax.

Na carta, os times dizem ser "firmemente contrários a qualquer aprovação de um Mundial de Clubes momento e confirmam que nenhum clube da ECA participaria de tal competição". Participam da associação 232 clubes do continente.

Por fim, a associação diz que uma decisão sobre novas competições só pode ser feita como parte de uma estrutura acordada para o calendário internacional de jogos após 2024.

A Fifa pretende votar ainda nesta sexta-feira, em reunião do Conselho da Fifa, a proposta do novo Mundial de Clubes. O torneio, que atualmente é disputado anualmente por sete equipes, passaria a ser realizado de quatro em quatro anos, com a presença de 24 equipes.

Apesar da oposição dos clubes europeus, a tendência é que a medida seja aprovada. Ainda não está definida a divisão de vagas, mas a América do Sul reivindica seis delas. Os europeus devem ficar com 10, com as outras sendo distribuídas entre os demais continentes.

Mais Esporte