Topo

Palmeiras

Felipão ensaia inscrições no Paulista e mostra "receio" por Carlos Eduardo

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

2019-03-21T00:18:30

21/03/2019 00h18

A vitória por 1 a 0 do Palmeiras sobre a Ponte Preta acabou ficando em segundo plano durante a entrevista coletiva de Luiz Felipe Scolari, na noite de ontem, no Allianz Parque. O treinador falou mais sobre suas intenções para o mata-mata do Campeonato Paulista e mostrou preocupação pelas condições físicas de Carlos Eduardo.

O atacante foi substituído ainda no primeiro tempo, após sofrer uma pancada. "Em princípio tenho um pouquinho de receio, porque foi uma batida no tornozelo", reconhece Felipão, que espera exames para saber se pode contar com Carlos Eduardo no final de semana. "Amanhã ele faz uma ressonância, e a gente não sabe ainda. Tem um pouquinho de medo porque é tornozelo, mas tomara que não seja nada e que a gente já possa contar com ele no próximo jogo", torce.

Enquanto esteve em campo, Carlos Eduardo fez papel de "camisa 9" contra a Ponte Preta. Mostrou vontade, mas não criou tanto: na única boa chance que teve, precipitou-se e escolheu o chute quando a melhor decisão parecia ser um passe. Tudo isso à parte, ele é peça importante em um ataque que já está desfalcado.

Felipão não pôde ter Deyverson contra a Ponte Preta e nem poderá escalá-lo no futuro próximo. O centroavante sofreu uma lesão no treino de segunda-feira e por isso fica de duas a três semanas de molho, o que deve abrir uma vaga para Arthur no grupo que disputa as fases finais do Campeonato Paulista.

"Faremos duas [trocas entre os inscritos do Paulistão], minimamente duas. Não tenho o Deyverson por 15 a 21 dias, provavelmente vou inscrever o Arthur. Agora a briga vai ser onde vou escolher alguém para tirar, mas essa é uma função do técnico", resumiu Felipão quando questionado sobre o assunto.

"O número de inscritos é uma bobagem muito grande. Se tivéssemos 30 inscritos não teria problema nenhum. Penso que no ano que vem, quando o Palmeiras for lá discutir, não deve aceitar. Mas o Juninho vou inscrever, o Arthur também, e vou procurar fazer com que os jogadores que saiam entendam", completou o treinador.

O Palmeiras agora espera a definição das datas e horários das quartas de final do Estadual, que acontecem entre o final de semana e o meio da semana que vem. O adversário é o Novorizontino, o mesmo de 2017 e 2018.