Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians celebra Democracia Corintiana nos 55 anos do golpe militar

31/03/2019 14h11

O Corinthians se posicionou a favor da democracia no dia que completa 55 anos do golpe de estado que instaurou a ditadura militar no Brasil em 1964. O clube postou em seu Twitter oficial uma foto de Sócrates vestindo a camisa do clube com o escrito nas costas 'Democracia Corintiana'.

Na publicação, o Corinthians usou a #DemocraciaCorinthiana relembrando seus valores e a história do clube que nos anos 80 foi protagonista de um dos maiores movimentos ideológicos da história do futebol brasileiro. Na época, o time liderado por jogadores politizados como Sócrates, Wladimir, Casagrande e Zenon lutou pelas ideias democráticas.

Os seguidores do Corinthians se manifestaram após a postagem. Muitos torcedores alvinegros e também de outros times demonstraram apoio à ação e disseram estar orgulhosos do posicionamento. A expressão 'ditadura não se comemora' também foi usada com fotos antigas alusivas ao período da Democracia Corintiana.

"Post necessário, não tem a ver com partidarismo, tem a ver com humanidade e respeito. Não se comemora ditadura!", disse o corintiano João Paulo.

No entanto, houve quem também se posicionasse de forma contrária. "Viva 64!!", postou Jhony Dallas, que foi criticado por outros seguidores.

O golpe militar de 1964 completa 55 anos neste domingo. A partir daquele ato, o Brasil passou a viver em um regime de exceção que durou até 1985. Durante aquele período, o país não teve eleição direta para presidente, enfrentou uma grande censura à imprensa e a artistas e o Congresso Nacional chegou a ser fechado. De acordo com a Comissão da Verdade, 434 pessoas foram mortas pelo regime ou desapareceram.