Topo

Esporte


Zidane rebate pergunta sobre "faxina" no Real: é preciso respeito

Javier Soriano/AFP
Zidane, técnico do Real Madrid, em partida contra o Huesca Imagem: Javier Soriano/AFP

Do UOL, em São Paulo

2019-04-02T07:50:13

02/04/2019 07h50

Em meio a uma grande reformulação projetada para a próxima temporada, o técnico Zinedine Zidane não quer a utilização do termo "faxina' no Real Madrid. Em entrevista concedida hoje, francês pediu respeito aos atuais jogadores do elenco e disse que as mudanças serão discutidas em seu devido tempo.

"Há muitas coisas que são faladas sobre mudanças, o que será feito... E não há necessidade de falar. Você tem que respeitar todos os jogadores que estão aqui. Falar de faxina me parece falta de respeito. Vou confirmar: vamos ter que fazer mudanças, mas não é hora de falar sobre isso. Nós vamos ter tempo para falar sobre isso mais tarde", disse.

Um dos jogadores mais cotados para sair antes da chegada de Zidane, o lateral Marcelo aos poucos tem recuperado espaço no time. O treinador voltou a elogiar o brasileiro, embora sua permanência para a próxima temporada siga indefinida.

"Ele jogou pouco ultimamente. Eu adoro o Marcelo. Como jogador, o que ele fez aqui foi fenomenal. Ultimamente ele tem sido muito questionado, mas eu gosto dele e quero que ele jogue muitos mais jogos daqui até o fim (do ano). Sem diminuir o que o Reguilón fez, que é o segundo lateral e também vai jogar", disse.

Zidane também não quis entrar em detalhes sobre a situação de Gareth Bale, que vem sendo vaiado e tem a saída especulada ao final da temporada.

"Não sei. As vaias nunca são uma coisa boa. Também já me vaiaram. Você tem que aceitar, você tem que ter personalidade para isso e os jogadores que estão aqui têm. Agora estamos falando de uma temporada difícil. Mas antes os fãs encorajavam todos os jogadores e isso parecia bom. Do futuro de Gareth e outros jogadores, falaremos no final da temporada. Restam nove jogos e vamos ver", disse.

Zidane reassumiu o Real Madrid em meio a uma temporada difícil, em que o clube foi eliminado da Liga dos Campeões precocemente. Fora também da Copa do Rei, o time está 12 pontos atrás do líder Barcelona no Campeonato Espanhol.

Mais Esporte