Topo

Corinthians

Comprar ingresso
Comprar ingresso

Clayson entra na mira do TJD-SP após xingar árbitro de Santos x Corinthians

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-04-09T17:49:02

09/04/2019 17h49

O vídeo divulgado pela TV Corinthians sobre os bastidores da classificação à final do Campeonato Paulista pode complicar Clayson. Em contato com a reportagem do UOL Esporte, o Delegado Antonio Olim confirmou que o jogador corintiano entrou na mira do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, que vai analisar uma possível denúncia contra o jogador.

Nas imagens, o corintiano xinga o árbitro Rafael Claus, responsável por apitar o duelo contra o Santos, disputado ontem (08), no Pacaembu. "Chupa, Claus, filho da p...", gritou Clayson, em meio às celebrações dos jogadores corintianos no túnel de acesso aos vestiários do estádio.

De acordo com Olim, o caso se enquadra no Artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (Assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em
relação a componente de sua representação, representação adversária ou de espectador). Existe a possibilidade de o atacante ser denunciado amanhã e julgado na segunda-feira, podendo pegar de um a dez jogos de gancho. Se suspenso, ele ficaria fora do jogo de volta da final do Paulistão.

Pouco tempo depois de publicar o vídeo que contém o desabafo de Clayson, o Corinthians retirou o conteúdo do ar no Youtube. Horas depois, no entanto, republicou as imagens de bastidores sem o xingamento do meia-atacante.

A reclamação de Clayson pode ter relação com uma atitude de Claus durante o jogo. Ainda no primeiro tempo, o camisa 25 caiu no gramado e permaneceu no chão, enquanto a partida prosseguiu. O árbitro ignorou o corintiano e ordenou a continuação da partida, para reclamação dos corintianos.

O meia-atacante recebeu atendimento médico, mas voltou a campo e permaneceu até quase a metade do segundo tempo, quando deu lugar a Ramiro. O Corinthians acabou derrotado por 1 a 0 pelo rival, mas avançou pela terceira vez consecutiva à final do Paulista ao superar os santistas na disputa por pênaltis (7 a 6).