Topo

Esporte


VAR valida gol, e Barça vence United fora de casa nas quartas da Champions

Action Images via Reuters/Lee Smith
Suárez comemora gol do Barcelona contra o Manchester United Imagem: Action Images via Reuters/Lee Smith

Do UOL, em São Paulo

2019-04-10T17:54:55

10/04/2019 17h54

O Barcelona largou na frente contra o Manchester United hoje, no primeiro duelo entre os clubes nas quartas de final da Liga dos Campeões. Fora de casa, os espanhóis contaram com o auxílio do árbitro de vídeo (VAR) e venceram por 1 a 0 no Old Trafford.

O único gol do jogo foi marcado por Shaw (contra). O lance foi inicialmente anulado por impedimento de Suárez, mas o VAR apareceu para validar o gol que deu a vitória ao clube catalão.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, no Camp Nou. O Barça se classifica à semifinal com um empate.

Rafael Reis comenta vitória do Barcelona sobre o United

UOL Esporte

Quem foi bem: Busquets

Oli SCARFF / AFP
Imagem: Oli SCARFF / AFP

Se ninguém brilhou muito no ataque do Barça, coube a Busquets ser o maestro do time espanhol. O volante foi o responsável por belo passe para Messi no início da jogada do gol dos visitantes. Na defesa, até deu um recuo perigoso para Ter Stegen, mas ajudou a segurar os ataques do United.

Quem foi mal: Pogba

O volante do United pouco apareceu. Ele era uma das esperanças para bater de frente com o Barça, mas Pogba "sumiu" no jogo. Pouco apareceu no ataque e também vacilou na defesa. No segundo tempo, chegou a fazer falta perigosa na entrada da área, mas Messi bateu na barreira.

VAR valida gol do Barcelona

Action Images via Reuters/Lee Smith
Imagem: Action Images via Reuters/Lee Smith

Aos 12 minutos do primeiro tempo, o árbitro de vídeo (VAR) apareceu no jogo. Messi cruzou para Suárez no segundo pau, o uruguaio cabeceou e contou com desvio em Shaw antes de a bola entrar. A arbitragem marcou impedimento do uruguaio, mas o juiz italiano Gianluca Rocchi consultou o VAR e confirmou o gol.

Messi fica sangrando após dividida

Action Images via Reuters/Lee Smith
Imagem: Action Images via Reuters/Lee Smith

O argentino foi dividir bola no alto com Smalling e levou a pior. O zagueiro do United bateu a mão no rosto de Messi, que ficou com o nariz sangrando. O camisa 10 do Barcelona foi atendido dentro de campo e continuou normalmente na partida.

Coutinho é titular e sai no 2º tempo

Action Images via Reuters/Lee Smith
Imagem: Action Images via Reuters/Lee Smith

O técnico Ernesto Valverde apostou em Coutinho e colocou o brasileiro entre os titulares. O camisa 7 teve boa chance de ampliar a vantagem no Barça no primeiro tempo. Ele bateu rasteiro, mas De Gea fez grande defesa com o pé e salvou o United. Coutinho seguiu em campo até os 20 minutos do segundo tempo. Porém, sem outros lances de perigo, e deu lugar a Vidal. No mesmo minuto, Arthur saiu para a entrada de Sergi Roberto.

United pressiona após sofrer gol

Depois de sair atrás do placar, o United se lançou mais ao ataque e até criou boas chances, mas foi para o intervalo sem marcar. As melhores oportunidades foram com Dalot (de cabeça) e Rashford (chute de longe), mas faltou pontaria.

2º tempo lá e cá

Action Images via Reuters/Lee Smith
Imagem: Action Images via Reuters/Lee Smith

O jogo seguiu o mesmo na volta do intervalo, com os donos da casa pressionando o Barcelona. De novo, o problema foi a pontaria. Rashford perdeu boa chance aos seis minutos. Porém, a pressão diminuiu mais tarde, e os visitantes também passaram a criar perigo. O Barça desperdiçou a oportunidade de aumentar a vantagem com Suárez, que bateu para fora de frente para o gol.

Barça troca passes e segura o jogo

A vantagem de 1 a 0 foi suficiente para o Barcelona, que tratou de trocar passes e fazer o tempo passar. O Barça não se lançou muito ao ataque na segunda metade da etapa final, valorizou a posse de bola e irritou o United.

FICHA TÉCNICA
MANCHESTER UNITED 0 X 1 BARCELONA

Data e hora: 10 de abril de 2019, às 16h (de Brasília)
Local: Old Trafford, em Manchester (Inglaterra)
Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália)
Auxiliares: Filippo Meli e Matteo Passeri (ambos da Itália)
Gol: Shaw (contra), aos 12 do 1º tempo

MANCHESTER UNITED: De Gea; Young, Smalling e Lindelof; Dalot (Lingard), McTominay, Fred, Pogba e Shaw; Rashford (Andreas Pereira) e Lukaku (Martial).
Técnico: Ole Gunnar Solskjaer

BARCELONA: Ter Stegen; Semedo, Piqué, Lenglet e Alba; Rakitic, Busquets (Aleña) e Arthur (Sergi Roberto); Messi, Suárez e Coutinho (Vidal).
Técnico: Ernesto Valverde

Mais Esporte