Topo

Esporte


Ajax vira sobre Juventus, elimina outro gigante e vai às semis da Champions

Isabella Bonotto/AFP
Imagem: Isabella Bonotto/AFP

Do UOL, em São Paulo

16/04/2019 17h54

O Ajax conquistou hoje sua vaga para as semifinais da Liga dos Campeões da Europa 2018/2019. Jogando no Allianz Stadium, em Turim, o time holandês venceu a Juventus de virada por 2 a 1 e garantiu sua vaga na próxima fase da competição.

No jogo de ida, em Amsterdã, Ajax e Juventus haviam empatado por 1 a 1. Desta forma, o Ajax se colocou entre os quatro melhores da Champions graças a uma vitória por 3 a 2 no placar agregado.

Longe de finais da Liga dos Campeões desde a temporada 1995/1996, quando perdeu o título justamente para a Juventus, o Ajax já havia deixado outro gigante pelo caminho na atual temporada: o Real Madrid, eliminado nas oitavas de final. Agora, na próxima fase, enfrentará Manchester City ou Tottenham, que se enfrentam amanhã.

Em busca do protagonismo europeu que teve nas décadas de 70 (quando conquistou três títulos) e 90 (quando faturou um), o Ajax faz um caminho exigente na atual edição da Champions League. O time entrou na segunda fase de pré-classificação à fase de grupo, passando por Sturm Graz (Áustria), Standard Liege (Bélgica) e Dínamo de Kiev (Ucrânia) antes de chegar à fase principal. No Grupo E, foi o segundo colocado, atrás do Bayern de Munique e à frente de Benfica e AEK Atenas.

Melhor, Donny van de Beek infernizou

Escalado atrás da linha de ataque do Ajax, Donny van de Beek foi responsável por boa parte das jogadas de perigo do time holandês. No primeiro tempo, teve duas chances - e uma entrou. No segundo tempo, ainda se aproximava do trio Hakim Ziyech, Dusan Tadic e David Neres e ajudava a ocupar o setor com excelentes passes. Em um time cheio de movimentação, funcionou muito bem como um elemento-surpresa.

Massimo Pinca/Reuters
Imagem: Massimo Pinca/Reuters

Pior, Federico Bernardeschi sumiu

No ataque da Juventus, Cristiano Ronaldo deixou seu gol e se movimentou bem. Paulo Dybala saiu no intervalo e deu lugar a Moise Kean, que também mostrou velocidade e posicionamento. Mas Federico Bernardeschi esteve abaixo do esperado e não contribuiu. Ameaçar o Ajax fez falta, especialmente no segundo tempo. Acabou substituído.

David Neres, peça importante no ataque

Massimo Pinca/Reuters
Imagem: Massimo Pinca/Reuters

O brasileiro se mostrou uma alternativa bastante arisca no ataque do Ajax. Embora escalado do lado esquerdo do ataque, teve boas chances também pela direita - como na tabela com Dusan Tadic aos 20 minutos do primeiro tempo. No segundo tempo, aos 17, começou uma jogada que passou pelos pés de Tadic e que quase se converteu no segundo gol do time holandês. Aos 28, teve a chance de decidir o duelo, mas mandou para fora. Arriscou pouco a gol, mas teve um papel importante na movimentação ofensiva.

VAR garante o 1 a 1 no primeiro tempo

O jogo começou truncado, com duas equipes pouco criativas. A Juventus controlava mais a bola no campo de ataque, mas sem transformar sua posse em chances de gol.

Coube então ao Ajax, recuado até o momento, ter a primeira boa oportunidade. Aos 20 minutos, David Neres tabelou com Dusan Tadic pela direita, dentro da área, mas foi travado na hora do chute; na sobra, Donny van de Beek bateu por cima do gol. No minuto seguinte, a resposta: após escanteio cobrado pela direita, Paulo Dybala aproveitou a jogada na entrada da área e bateu, parando na boa defesa de André Onana.

Aos 28 minutos, veio o primeiro gol, e para os italianos: após escanteio cobrado pela direita por Miralem Pjanic, Cristiano Ronaldo apareceu para mandar de cabeça para o gol. No entanto, o Ajax reagiu rápido: Lasse Schöne arriscou um chute da entrada da área aos 33 minutos e acabou mandando a bola nos pés de Donny van de Beek, que saiu na cara do gol e mandou no canto. Os dois gols foram revisados pela arbitragem.

Cristiano Ronaldo marcou de cabeça para a Juventus, mas Donny van de Beek empatou para o Ajax - Massimo Pinca/Reuters
Cristiano Ronaldo marcou de cabeça para a Juventus, mas Donny van de Beek empatou para o Ajax
Imagem: Massimo Pinca/Reuters

Ajax domina o segundo tempo - e vira o jogo

O Ajax seguiu mostrando após o intervalo que poderia jogar de igual para igual com a Juventus. Aos 6 minutos, Donny van de Beek passou na direita para Hakim Ziyech, que invadiu a área em velocidade, chutou forte e só não marcou porque Wojciech Szczesny fez grande defesa. Depois, aos 12, o próprio Van de Beek bateu colocado pela esquerda, mirando o ângulo de Szczesny, que salvou mais uma.

Com 15, a Juventus também chegou: Cristiano Ronaldo recebeu e abriu na direita para Moise Kean, que avançou e chutou para fora. Só que o Ajax não se assustou: dois minutos depois, David Neres inverteu da esquerda para Dusan Tadic, que avançou pela direita e tentou cruzar na área para Hakim Ziyech - Miralem Pjanic chegou antes e cortou de carrinho para fora.

E de tanto pressionar, o Ajax chegou ao segundo gol: aos 21 minutos, após escanteio cobrado pela direita por Lasse Schöne, Matthijs de Ligt apareceu para cabecear e mandou para as redes. De quebra, aos 28, David Neres ainda recebeu na área e teve a chance de definir o jogo, mas mandou para fora.

Não foi só isso: aos 34, Ziyech aproveitou a bola na área pela direita e marcou um belo gol - que foi anulado pela arbitragem, assinalando um impedimento no lance. Aos 45, a Juventus ainda pediu um pênalti em suposto toque de mão de Daley Blind, mas o árbitro não deu.

Ajax na defesa? Por pouco tempo

No Ajax, o técnico Erik ten Hag teve um problema prematuro: Noussair Mazraoui, que substituía Nicolás Tagliafico na lateral esquerda, se machucou logo aos 10 minutos do primeiro tempo, dando lugar a Daley Sinkgraven. E embora o Ajax tenha atuado de maneira mais defensiva que a Juventus no começo, até por ter queimado uma substituição no começo, não se limitou a contra-atacar. A partir do 1 a 1 no primeiro tempo, os holandeses fizeram um jogo bastante equilibrado.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUS 1 X 2 AJAX

Data: 16 de abril de 2019 (terça-feira)
Hora: 16h (horário de Brasília)
Local: Allianz Stadium, em Turim (ITA)
Árbitro: Clement Turpin (FRA)
Assistentes: Nicolas Danos (FRA) e Cyril Gringore (FRA)
Gols: Cristiano Ronaldo, aos 28 min do 1º T (JUV); Donny van de Beek, aos 33 min do 1º T (AJA); Matthijs de Ligt, aos 21 min do 2º T (AJA)
Cartões amarelos: Emre Can (JUV) e Cristiano Ronaldo (JUV)

JUVENTUS: Wojciech Szczesny; Mattia de Sciglio (João Cancelo), Daniele Rugani, Leonardo Bonucci e Alex Sandro; Emre Can, Miralem Pjanic e Blaise Matuidi; Federico Bernardeschi (Rodrigo Betancur), Paulo Dybala (Moise Kean) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Massimiliano Allegri

AJAX: André Onana; Joel Veltman, Matthijs de Ligt, Daley Blind e Noussair Mazraoui (Daley Sinkgraven, depois Lisandro Magallan); Lasse Schöne e Frenkie de Jong; Donny van de Beek; Hakim Ziyech (Klaas Jan Huntelaar), Dusan Tadic e David Neres
Técnico: Erik ten Hag

Mais Esporte