Topo

Futebol


Candidato à presidência do Vitória quer tirar futebol feminino do Barradão

reprodução/YouTube
Paulo Carneiro é candidato à presidência do Vitória Imagem: reprodução/YouTube

Do UOL, em São Paulo

2019-04-20T16:58:10

20/04/2019 16h58

Paulo Carneiro é candidato à presidência do Vitória e alega não ter nada contra o futebol feminino em si. No entanto, se for eleito para o cargo, ele pretende tirar os jogos da equipe feminina do Barradão, estádio do clube que já presidiu entre 1991 e 2000.

"A primeira coisa que eu vou fazer é tirar o futebol feminino de lá. Porque não é lugar... Ou joga futebol masculino, ou joga futebol feminino. Tem que ser em lugares diferentes", afirmou em entrevista ao canal "Bar FC", do YouTube.

"É o seguinte: não dá para eu imaginar que, dentro da fisioterapia do Vitória, na maca, tenha um jogador masculino e um jogador feminino (sic). Isso para mim não dá. A prioridade do Vitória é sair dessa situação", disse ele, antes de completar: "Eu vou encontrar uma solução para o futebol feminino porque é obrigado por lei, não tenho nada contra".

A referência à obrigatoriedade vem de uma exigência da Conmebol. As regras criadas pela entidade sul-americana e pela CBF determinam que, a partir de 2019, os clubes brasileiros da Série A devem ter um time feminino de nível adulto (que dispute uma competição nacional ou estadual) e um trabalho de categoria de base.

"Apenas quero estabelecer regras. No outro dia, veio uma mulher de salto batendo bola dentro de campo com um jogador homem. Você acha que nós vamos chegar hoje, hein? Com nossos hábitos de brasileiros, vamos chegar onde? Então vamos resolver isso aí", concluiu Paulo Carneiro.

As declarações do candidato repercutiram nas redes sociais e levantaram o debate. As eleições do Vitória estão previstas para ocorrer na quarta-feira (24), no Barradão. Outros candidatos são Gilson Presídio, Isaura Maria, Raimundo Viana e Walter Seijo.

Mais Futebol