Topo

Flamengo

Fla pega altitude pela 2ª vez e quer eliminar rival para respirar aliviado

JORGE BERNAL / AFP
Gabigol brilhou e marcou o único gol do Flamengo em estreia na altitude na atual Libertadores Imagem: JORGE BERNAL / AFP

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-04-24T04:00:00

24/04/2019 04h00

O Flamengo vive situação de alerta na Libertadores. Ao mesmo tempo que lidera o Grupo D com 9 pontos - mesma pontuação do Peñarol-URU -, o Rubro-negro fará seus dois últimos jogos fora de casa. Nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), o duelo será contra a LDU-EQU, em Quito.

A partida é decisiva para a pretensão de ambas as equipes e será disputada a 2,8 mil metros de altitude. Esse será o segundo jogo do Flamengo nessas condições - ganhou o San José-BOL por 1 a 0 na estreia da Libertadores. Dessa vez, o Rubro-negro precisa de um empate para assegurar sua vaga nas oitavas de final da competição.

Nesse caso, o Flamengo vai a 10 pontos e não poderá ser alcançado pela própria LDU, que iria a 5. O problema será em caso de derrota. O cenário muda completamente e o Rubro-negro passa a correr sérios riscos de ser eliminado ainda na fase de grupos.

Isso porque o Flamengo ficaria com uma diferença de dois pontos para os equatorianos e encerraria sua participação diante do Peñarol, no Uruguai. Em caso de nova derrota, o Rubro-negro teria que torcer por um tropeço da LDU, que receberá o lanterna San José, em Quito.

"É o jogo da vida deles, mas também é nosso. Tropeçamos em casa e temos que buscar fora. É um jogo difícil, mas temos condições de conquistar nosso objetivo. Estamos preparados", disse Gabigol na chegada em Quito.

Para a partida desta quarta-feira, o Flamengo não poderá contar com o técnico Abel Braga, suspenso pela Conmebol. É que o time se atrasou ao voltar para o segundo tempo da partida contra o Peñarol, no Maracanã. O Rubro-negro tentará até o último minuto rever essa situação.

LDU-EQU X FLAMENGO

Data/hora: 24/04/2019, às 21h30 (de Brasília)
Local: Casablanca, em Quito (Equador)
Árbitro: Néstor Pitana (ARG)
Auxiliares: Hernán Maidana (ARG) e Juan Pablo Belatti (ARG)

LDU-EQU
Gabbarini; Quintero, Freire, Rodríguez e Cruz; Orejuela, Intriago, Anderson Julio e Ayoví; Jhojan Julio e Anangonó
Técnico: Pablo Repetto

Flamengo
Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão e Arrascaeta; Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Abel Braga