Topo

Flamengo

Flamengo chega ao Rio entre explicações e foco na estreia no Brasileiro

Alexandre Vidal/ Flamengo
Diego Alves lembrou jogos do Flamengo na altitude nesta edição da Libertadores Imagem: Alexandre Vidal/ Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

2019-04-25T11:15:51

25/04/2019 11h15

Após a derrota por 2 a 1 para a LDU, do Equador, na noite de ontem (24), em Quito, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores, o Flamengo desembarcou no Rio de Janeiro na manhã de hoje (25), lamentando os erros cometidos na partida, mas salientando a cobrança para que a equipe consiga passar de fase. Além disso, já houve projeção para a estreia no Campeonato Brasileiro, que acontecerá no sábado, diante do Cruzeiro, no Maracanã.

Mesmo com o resultado, o time do técnico Abel Braga ainda é o líder do Grupo D, com nove pontos, porém, precisa de, ao menos, um empate com Peñarol (URU), fora de casa, para garantir a vaga. Em caso de derrota no Uruguai e de triunfo da LDU sobre o lanterna San José (BOL), Peñarol e LDU serão os times classificados.

"Acho que faltou jogar mais próximo, aproveitar os espaços que foram dados e jogar coletivamente. Deixamos muito espaço na frente e atrás e dificultou para todo mundo. Tem muita cobrança (no vestiário pós-jogo), tinha que ser, mas sabemos da chance que temos. Jogo difícil como ontem, mas temos tudo para fazer um bom jogo e voltar classificado", disse Everton Ribeiro, um dos mais experientes do elenco.

O camisa 7 comentou ainda a necessidade de "virar a chave" rapidamente. No último domingo, o Flamengo conquistou o Carioca e, no sábado, estreia na competição nacional, às 21h, diante da torcida.

"Futebol é assim, muito rápido. (O Brasileiro) É um grande campeonato, com todos os jogos com a mesma importância".

Diego, por sua vez, lembrou que o elenco rubro-negro terá de passar por cima do desgaste físico após a longa viagem para que consiga começar o Brasileiro de maneira satisfatória.

"Tudo vai ser avaliado, temos que superar e encarar (desgaste físico). Na grande parte da temporada existe esse esforço físico enorme e temos que estar pronto para enfrentar", apontou o camisa 10, que completou:

"Podemos ser mais consistentes, num geral e num todo, mas vamos conversar juntos. Mas temos que ser mais consistentes".

Já Diego Alves, que foi substituído por César após acusar fortes dores na região lombar, disse que passará por reavaliação médica ainda hoje (25).

"Não tinha como fazer alguns movimentos. Depois de uma viagem de seis horas, não tem como dar nenhum detalhe. Mas acredito que seja alguma lombalgia, algo do tipo. Hoje à tarde passarei pelo médico", afirmou.

O camisa 1 lembrou que o duelo em Quito foi o segundo do Flamengo na altitude nesta edição da Libertadores. O primeiro foi logo na estreia, contra o San José, quando o time atuou em Oruro:

"Não pode servir de desculpa, mas dois jogos na altitude pesam bastante. As equipes que jogam ali sabem como fazer o rival sofrer em campo. Mas a gente não teve uma noite feliz"