Topo

Futebol


Luiz Phellype vira nova sensação brasileira em Portugal: 5 gols em 4 jogos

Carlos Palma/NurPhoto via Getty Images
Imagem: Carlos Palma/NurPhoto via Getty Images

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Lisboa (POR)

2019-04-25T04:00:00

25/04/2019 04h00

O roteiro é mais ou menos famoso: o garoto arrebenta na Copa São Paulo, chama a atenção dos olheiros, se transfere precocemente para a Europa e roda bastante até, enfim, encontrar o seu lugar no velho continente. Foi exatamente isso que aconteceu com Luiz Phellype, centroavante que carrega nome pomposo e finalização certeira, até desembarcar no Sporting vindo do Paços de Ferreira, da segunda divisão portuguesa, em janeiro.

VEJA TAMBÉM:

Ele é a mais nova sensação que saiu ainda desconhecida do Brasil para brilhar em Portugal. Nas últimas quatro rodadas, o atleta de 25 anos balançou as redes cinco vezes e igualou façanha somente alcançada entre seus compatriotas pelas lendas Jardel e Liédson neste século.

Foi uma longa caminhada até estampar as capas dos jornais locais com manchetes sugerindo um novo reinado na linha de frente em Alvalade, como "Phellype IV" em A Bola.

Ainda novo, o camisa 29 estourou com a camisa do Desportivo Brasil, fazendo cinco gols e conduzindo a equipe até as quartas de finais da Copinha em 2012. Pelo caminho, ficaram o Atlético-MG de Uilson, goleiro medalha de ouro na Rio 2016, e o Santos de Gustavo Henrique, Neilton e Victor Andrade, promessas então badaladas. Ele parou apenas no Fluminense, que tinha em sua lateral direita Fabinho, hoje titular do Liverpool.

O desempenho de Luiz Phellype naquela edição chamou a atenção do futebol belga e o colocou na rota do Standard Liège. Depois dali, o brasileiro foi parar em Angola e rodou por quatro clubes menores em Portugal, Feirense, Beira-Mar, Estoril e Paços Ferreira, até o Sporting resolver desembolsar 500 mil euros (R$ 2,1 milhões) para tirá-lo da Segundona local na última janela de transferências.

Como não poderia deixar de ser, ele desembarcou sob desconfiança em Lisboa.

O jeito grandalhão, um tanto desengonçado e pouco técnico com a bola não colaborou muito também para mudar esse cenário nas primeiras semanas. Mas, assim que as chances surgiram com a lesão do holandês Bas Dost, o centroavante de 1,87 metro mostrou que pode ser uma alternativa em um dos grandes do país e já conta com campanha da torcida em seu nome.

Ao marcar o seu quinto gol em confronto recente com o Nacional, da Ilha da Madeira, o brasileiro fez um leve desabafo através de sua conta pessoal no Instagram. "Não preciso provar nada a ninguém. Prova a ti mesmo que pode ser alguém... Obrigado meu Deus", escreveu.

Um dos craques do futebol português, o seu companheiro e meio-campista Bruno Fernandes, cotado para uma transferência para a Premier League, revelou em entrevista sintonia fina com o brasileiro.

"No dia anterior (à partida contra o Aves), fiz um cruzamento semelhante no treino e ele disse que não tinha de atacar o primeiro poste. Eu tentei lhe explicar que era necessário ele fazer esse movimento, mas ele só entendeu quando lhe mostrei o vídeo do gol do Ayoze, do Newcastle, contra o Leicester. No dia seguinte, marcou um gol exatamente dessa maneira, mas, quando o provoquei nas redes sociais, disse que eu só tinha metade da razão", contou, aos risos, Bruno, à emissora Sport TV.

Luiz Phellype tem a chance de repetir outros compatriotas que fizeram seus nomes em Portugal, casos de Tiquinho Soares, hoje no Porto, e Dyego Sousa, no Braga. O primeiro chegou a ser observado por Tite em seu começo na seleção, enquanto que o segundo se naturalizou português e dividiu ataque com Cristiano Ronaldo recentemente na equipe nacional lusa.

O centroavante do Sporting está, inclusive, em processo de obtenção de cidadania. Luiz Phellype possui contrato até 2024 e cláusula de rescisão de 60 milhões de euros (R$ 256 milhões).

Mais Futebol