Topo

Internacional

Sarrafiore passa em teste e ganhará minutos com titulares do Inter

Guadalupe Pardo/Reuters
Sarrafiore agradou na oportundiade que recebeu contra o Alianza Lima, no peru Imagem: Guadalupe Pardo/Reuters

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

2019-04-25T04:00:00

25/04/2019 04h00

O argentino Sarrafiore disputou sua primeira partida na Libertadores. Ontem, esteve em campo durante 61 minutos na vitória por 1 a 0 sobre o Alianza Lima e só foi substituído pois sentiu cãibras. E o teste agradou a comissão técnica do Inter, que promete mais minutos ao jovem jogador.

Com 21 anos, o argentino sentiu um pouco o "peso" do jogo nos primeiros minutos. Logo de cara, errou alguns passes e se envolveu em uma jogada forte. Após um carrinho, foi acertado no rosto por um adversário.

Foram momentos fora do campo, atendimento e retorno. Mas com o Inter preso na marcação do Alianza, pouco espaço sobrou. Ainda assim, Sarrafiore participou do início da principal jogada ofensiva do time gaúcho na etapa inicial. Uma bola cruzada na entrada da área que acabou com Patrick. A conclusão, porém, parou nas mãos do goleiro Gallese.

No segundo tempo, o Alianza tentou atacar. Odair Hellmann inverteu os lados de Sarrafiore e Nico López e pela esquerda havia mais espaço. Uma boa conclusão para a defesa do goleiro adversário e a criação em parceria com Iago o fizeram mostrar que pode ser bastante útil no restante dos jogos.

"Foi um grande jogo do Inter", resumiu Odair. "Tivemos seis ou sete chances claras de marcar. Poderíamos ter sido mais efetivos. Tivemos criação pelos dois lados, com Sarrafiore, que é um meia armador, que faz o movimento de criação para os outros jogadores, com o Nico, que é um meia-atacante e aparece para conclusão. Tivemos mais posse, acertamos os passes, e eles estão incluídos nisso", completou o técnico do Inter.

Sarrafiore permaneceria em campo não fossem as dores. No segundo tempo, ele sentiu cãibras, revelando uma das preocupações do clube sobre sua condição: a intensidade durante o jogo.

Os primeiros jogos do gringo em equipe principal aconteceram apenas neste ano. No Huracán, da Argentina, ele subiria ao time profissional quando assinou pré-contrato com Inter, sendo rebaixado para base como "punição" e ficando seis meses sem jogar até chegar ao clube de Porto Alegre no meio do ano passado.

"Ele tem algumas coisas que estão sendo trabalhadas", explicou o presidente Marcelo Medeiros. "É um jovem com muito potencial que está mostrando todo o futebol que sempre acreditamos que ele tinha e tem", completou o vice de futebol Roberto Melo.

Para a partida contra a Chapecoense, estreia pelo Campeonato Brasileiro, o Inter deve utilizar time misto em razão do desgaste do jogo e da viagem ao Peru. Sarrafiore, porém, poderá ganhar oportunidade para ter sequência e provar condições de seguir na equipe principal.

Independente do jogo contra os catarinenses é a ideia da comissão técnica manter Sarrafiore como parte do processo do time principal, com oportunidade de garantir seu posto nos 11 iniciais com maior frequência.