Topo

Flamengo

Como o Flamengo chega para a disputa do Campeonato Brasileiro 2019

Thiago Ribeiro/AGIF
Gabigol comemora seu segundo gol na partida do Madureira contra o Flamengo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em São Paulo

2019-04-26T04:00:00

26/04/2019 04h00

Com moral por conta do título carioca, o Flamengo chega entre os favoritos para conquistar a edição 2019 do Campeonato Brasileiro. O clube rubro-negro investiu mais de R$ 100 milhões em contratações para a temporada e gasta mais de R$ 12 milhões com o elenco por mês. O desafio é provar a sua força em território nacional, após o time mostrar suas forças diante dos rivais cariocas no Estadual.

Com dívidas equacionadas e dono de um dos melhores elencos do país, o Flamengo se vê em uma condição favorável para enfim agarrar conquistas de expressão. As críticas ao técnico Abel Braga pelo desempenho irregular na Libertadores, porém, podem colocar pressão na campanha do time no Brasileiro.

O Flamengo tem óbvia obrigação de lutar pelo título, com tantos reforços e depois de quatro temporadas com investimento crescente e boas colocações. A grande questão é a mudança de perfil da equipe com a troca de técnico. E Abel Braga ainda está longe de fazer o time atual ser realmente competitivo. Hoje depende mais de talentos individuais do que em 2018.
Mauro Cezar Pereira, blogueiro do UOL Esporte

Destaque principal

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Arrascaeta. Reforço mais caro da história do clube, o uruguaio de R$ 64 milhões deve comandar o meio de campo rubro-negro na maior parte do Campeonato Brasileiro. Após cair nas graças da torcida, o jogador é sinônimo de qualidade técnica e dono das principais esperanças da torcida.

Quem chega em alta

Alexandre Vidal / Flamengo
Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Gabigol e Bruno Henrique. A dupla de atacantes deslanchou na temporada. Artilheiros da equipe, eles se tornaram sinônimos de gols e também de identificação com a torcida. Tê-los em campo é a certeza de bola na rede, ainda que tenham pecado no alto número de cartões recebidos.

Quem chega em baixa

Lateral direito reserva, Rodinei viveu momentos delicados com a torcida até aqui em 2019. Ele enfrenta severa resistência da arquibancada e, inclusive, pode vir a ser negociado. É o jogador que encara maior desgaste no elenco, superando até mesmo o volante Willian Arão, que tem relação delicada com os flamenguistas. O problema na lateral direita fica ainda maior por conta de Pará, que também não vive boa fase e está na mira da torcida nas últimas partidas, como a derrota para a LDU, em Quito.

Quem pode reforçar/posições carentes

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O Flamengo tem um acerto com o lateral-direito Rafinha, do Bayern de Munique-ALE, para um contrato de dois anos. O jogador chega no dia 1º de julho. A diretoria também busca um segundo volante e um zagueiro. Para a segunda função, Jemerson e Gil são os nomes.

Time-base

Diego Alves; Pará (Rafinha), Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão e Arrascaeta (Diego); Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol.

Posição no Brasileiro do ano anterior (Vice-campeão)

Posição no Estadual (Campeão)