Topo

Esporte


Liverpool goleia lanterna, volta à liderança e pressiona o Manchester City

Jason Cairnduff/Reuters
Imagem: Jason Cairnduff/Reuters

Do UOL, em São Paulo

2019-04-26T17:51:09

26/04/2019 17h51

Na incessante disputa entre Liverpool e Manchester City pela liderança do Campeonato Inglês, o Liverpool fez hoje sua parte na briga pelo título da temporada 2018/2019 da competição. Jogando em casa pela 36ª rodada do torneio, o time comandado por Jürgen Klopp derrotou sem dificuldades o lanterna Huddersfield Town por 5 a 0, com três gols no primeiro tempo, e reassumiu a liderança provisória.

Com o resultado, o Liverpool chegou a 91 pontos em 36 rodadas. O Manchester City é o vice-líder, com 89 pontos, mas joga pela rodada no domingo, quando visita o ameaçado Burnley. O Huddersfield, já rebaixado, tem apenas 14 pontos e não tem chances nem mesmo de terminar o campeonato com a penúltima posição - o Fulham é o 19º, com 23 pontos em 35 jogos.

Agora, o Liverpool tem missões difíceis pela frente. Na quarta-feira (1), visita o Barcelona pelas semifinais da Liga dos Campeões da Europa. No sábado seguinte (4), visita o Newcastle pelo Campeonato Inglês. Já o Huddersfield cumpre tabela no próximo domingo, quando recebe o Manchester United pela Premier League.

Melhor, Salah é decisivo no ataque

O egípcio fez o suficiente para desequilibrar: além do passe para o primeiro gol, feito por Nabil Keyta, fez o terceiro e o quinto dos anfitriões. Sadio Mané, com dois gols de cabeça, também teve uma atuação fundamental.

Pior, Steve Mounié sumiu em campo

Steve Mounié, único nome no ataque do Huddersfield Town, passou em branco no jogo e foi substituído aos 19 min do segundo tempo, quando deu lugar a Chris Lowe. Mas pudera: isolado no ataque de um time acuado, não teve chance de fazer mais do que fez.

Roberto Firmino fica de fora

No ataque do Liverpool, o desfalque foi Roberto Firmino. Antes do jogo, o técnico Jürgen Klopp afirmou que o jogador teve um problema muscular durante treinamento e, por isso, nem ficaria no banco. Daniel Sturridge entrou em seu lugar e passou em branco.

Liverpool faz 3 a 0 no primeiro tempo

Desde o início, o Liverpool já deixou claro que comandaria o jogo. Com 1 min, o time da casa aproveitou um erro na saída de bola de Huddersfield; Salah recebeu na direita e passou à frente para Naby Keita, que bateu e abriu o placar. Aos 16 min, quase veio o segundo gol: após escanteio cobrado por Alexander-Arnold pela esquerda, Van Dijk cabeceou e mandou perigosamente por cima.

Mas diante de um rival que pouco perigo oferecia, o time de Jürgen Klopp não demorou para ampliar. Aos 22 min, Van Dijk começou a jogada no campo de defesa e abriu na esquerda para Robertson, que cruzou; na área, Mané cabeceou firme e fez 2 a 0.

Mesmo com a vantagem no placar, o Liverpool seguiu ditando o ritmo. Aos 25 min, Sturridge arriscou de fora da área, mas mandou por cima. O Huddersfield chegou a ter uma oportunidade aos 29 min, em lançamento para Hogg, mas o camisa 6 estava impedido.

Aos 42 min, Henderson ainda teve a chance após bola que Salah não aproveitou pela esquerda - e também mandou por cima. Só que o egípcio não desperdiçou a chance seguinte: após longo lançamento de Alexander-Arnold, o camisa 11 tocou por cima de Lössl e fez o terceiro aos 45 min.

Oli Scarff/AFP
Imagem: Oli Scarff/AFP

No segundo tempo, Mané brilha nas cabeçadas

O ritmo se manteve no segundo tempo. Aos 8 min, Daniel Sturridge marcou após passe de Alexander-Arnold, mas a arbitragem assinalou impedimento e invalidou o gol. Aos 16 min, Salah aplicou um chapéu em Kongolo e chutou, mas mandou para fora.

Até que veio o quarto gol: aos 20 min, Henderson cruzou para a área pela direita e Mané apareceu de novo para cabecear, De quebra, o senegalês quase fez o terceiro gol aos 32 min, em mais um cruzamento pela direita - a cabeçada, desta vez, explodiu na trave.

Pensa que acabou? Aos 37 min, Shaqiri abriu na esquerda para Robertson, que foi à linha de fundo e cruzou rasteiro; Salah apareceu antes do goleiro Lössl e tocou para o fundo das redes.

Huddersfield Town joga para evitar vexame

Como não tem mais obrigações no Campeonato Inglês, o Huddersfield Town do técnico Jim Siewert tentou evitar um vexame em Anfield Road: congestionou o meio-campo com um 4-1-4-1 e tentou fazer o possível com um atacante isolado no ataque. Não deu certo: tecnicamente superior, o Liverpool dominou a partida, criando boas oportunidades pelos lados do campo. Não chegou a ser um massacre, mas o placar refletiu bem as diferenças entre os dois times.

FICHA TÉCNICA
LIVERPOOL 5 X 0 HUDDERSFIELD TOWN

Data: 26 de abril de 2019 (sexta-feira)
Hora: 16h (horário de Brasília)
Local: Anfield Road, em Liverpool (ING)
Árbitro: Kevin Friend (ING)
Assistentes: Constantine Hatzidakis (ING) e Matthew Wilkes (ING)
Gols: Naby Keita, a 1 min do 1º T (LIV); Sadio Mané, aos 22 min do 1º T (LIV); Mohamed Salah, aos 45 min do 1º T (LIV); Sadio Mané, aos 20 min do 2º T (LIV); Mohamed Salah, aos 37 min do 2º T (LIV)
Cartões amarelos: Nenhum

LIVERPOOL: Alisson; Trent Alexander-Arnold (Joe Gomez), Dejan Lovren, Virgil Van Dijk e Andrew Robertson; Jordan Henderson, Georginio Wijnaldum (Xherdan Shaqiri) e Naby Keita; Mohamed Salah, Daniel Sturridge (Alex Oxlade-Chamberlain) e Sadio Mané
Técnico: Jürgen Klopp

HUDDERSFIELD: Jonas Lössl; Thomas Smith, Christopher Schindler, Terence Kongolo e Eric Durm; Jon Stankovic (Alex Pritchard); Isaac Mbenza (Elias Kachunga), Juninho Bacuna, Jonathan Hogg e Karlan Ahearne-Grante; Steve Mounié (Chris Lowe)
Técnico: Jan Siewert

Mais Esporte