Topo

Esporte


Tuchel minimiza Neymar em Turim antes de final no PSG: "Não sou detetive"

Gonzalo Fuentes/Reuters
Neymar retornou ao PSG em jogo contra o Monaco Imagem: Gonzalo Fuentes/Reuters

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris (FRA)

2019-04-26T11:31:38

26/04/2019 11h31

A viagem de Neymar a Turim, na quinta-feira, foi minimizada pelo treinador do Paris Saint-Germain , Thomas Tuchel. O alemão não gostou da pergunta feita na véspera da final da Copa da França entre PSG x Rennes, no estádio Saint-Denis, em Paris.

"Sou o treinador. Não sou o pai, nem polícia, nem detetive. Ele esteve no treinamento ontem e hoje, e é isso", respondeu Tuchel.

A pergunta foi justificada pelo repórter italiano como uma viagem à Turim na antevéspera da final para comemorar o aniversário de Douglas Costa. No entanto, Neymar foi a cidade para um evento de patrocinador e aproveitou para encontrar o jogador da Juventus.

Neymar deve voltar a ser titular do PSG após três meses da lesão sofrida no pé direito. Tuchel, no entanto, fez suspense sem confirmar a presença do brasileiro desde o início.

"Calma. Ele tem mais um treinamento, e amanhã no vestiário vamos decidir. Entendo que por ser final estamos em situação que são necessários riscos, mas temos que esperar", destacou Tuchel.

"Ainda tenho o Marquinhos, Cavani, Thiago Silva, Verratti, Di Maria, muitos jogadores com problemas físicos. Tenho que pensar como um jogo de 120 minutos. Então não são todos que podem começar jogando", complementou.

Mais Esporte