Topo

Esporte


CR7 comenta chance de virar treinador após fim da carreira: "Por que não?"

Marco Bertorello/AFP
Nesta temporada, Cristiano Ronaldo atuou em 40 partidas e marcou 27 gols Imagem: Marco Bertorello/AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-05-02T14:11:20

02/05/2019 14h11

O atacante Cristiano Ronaldo não descartou tornar-se um treinador de futebol após encerrar a sua carreira como jogador. O camisa 7 da Juventus concedeu entrevista à revista ICON, do El País, e falou sobre seu futuro, a adaptação à 'Velha Senhora' e a pressão na equipe italiana por títulos.

"Não descarto (ter uma carreira como técnico de futebol). Por que não?", afirmou Cristiano Ronaldo.

No fim da última temporada, o craque português se transferiu para a Juventus em busca de um 'novo objetivo'. O jogador não repetiu suas grandes temporadas como foi com a camisa do Real Madrid nos últimos anos, mas ele nega que o problema tenha sido a adaptação ao futebol italiano.

"Você deve ser humilde, aprender que não sabe tudo. Se você está pronto consegue captar coisas que te fazem melhorar como atleta. Na Juventus me adaptei perfeitamente. Viram que eu não engano", disse.

Contratado por 105 milhões de euros (cerca de R$ 464 milhões na cotação atual), Cristiano Ronaldo foi a maior contratação da história do futebol italiano. A Juventus não vence a Liga dos Campeões desde a temporada 1995/1996, e o dinheiro investido no português tem como principal objetivo voltar a conquistar a competição. O jogador, porém, diz não se incomodar com essa pressão.

"É certo que senti pressão desde muito jovem. Quando fui para o Real Madrid eu era o jogador mais caro da história. No Manchester United, depois de ganhar minha primeira Bola de Ouro aos 23 anos, as pessoas já pensavam: 'Olha, este tem que estar no topo'. Nos últimos dez, doze anos, sempre tive uma pressão adicional", concluiu.

Mais Esporte