Topo

Brasileirão - 2019


Bahia supera goleiro do Avaí, segura resultado e vence a 2ª no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

05/05/2019 20h56

O Bahia fez o seu dever de casa ao vencer o Avaí por 1 a 0, na noite de hoje (5), na Arena Fonte Nova. Superior no início do jogo, o Tricolor saiu vitorioso do confronto com gol de Artur, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Os nordestinos sufocaram o Avaí no primeiro tempo e não saíram com um placar mais elástico devido ao bom desempenho de Vladimir, que se consagrou com boas defesas. Na etapa complementar, os visitantes até ensaiaram uma reação, mas não conseguiram o tento de empate.

Agora, o Bahia contabiliza 6 pontos, pulando para a quinta colocação da tabela. Já o Avaí segue sem vencer, permanecendo com apenas 1 ponto, na 19ª posição do torneio.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Bahia viaja até o Paraná para enfrentar o Athletico, no domingo (12), às 19h. No mesmo dia e horário, o Avaí recebe o CSA, na Ressacada.

Os melhores: Artur e Vladimir brilham

Artur foi o grande nome do Bahia no primeiro tempo. Infernizando a defesa adversária com muita movimentação, o atacante fez o único gol da equipe em belo lance de oportunismo. Já o goleiro do Avaí evitou que seu time perdesse por um placar elástico com belas intervenções.

O pior: Luanderson vacila e entrega gol de bandeja

Coletivamente o Avaí foi mal na primeira etapa. Contudo, é possível apontar o volante como o pior da partida. Além de errar o corte que culminou no gol de Artur, Luanderson errou praticamente tudo que tentou. Por conta disto, o camisa 16 sequer voltou do intervalo.

Bahia supera sistema adversário e faz Vladimir trabalhar

Geninho apostou em uma linha de três zagueiros para segurar o ímpeto dos donos da casa, mas a tática não funcionou. Com certa facilidade, o Bahia montou uma blitz inicial e assustou com chutes de Gilberto, Grégore e, principalmente, Artur. O camisa 98 disparou em contra-ataque, aproveitou vacilo da marcação e bateu forte, exigindo boa defesa de Vladimir.

Pressão baiana contínua, mas bola não entra graças a Vladimir

Trocando passes e utilizando bem os seus alas, o time nordestino seguiu pressionando em busca do gol inaugural, mas parou em Vladimir. Aos 23, Nino Paraíba soltou uma pancada, mas ficou no goleiro. Cinco minutos depois, o atacante Rogério, que acabara de entrar no lugar do lesionado Arthur Caíke, bateu firme, mas viu o arqueiro espalmar novamente.

Artur insiste para furar paredão e abrir o placar

A equipe comandada por Roger Machado aproveitou um dos raros momentos do Avaí no ataque para marcar. Após chutão de Paulinho do campo defensivo, Luanderson errou ao cortar e cabeceou para trás. Artur saiu em boas condições e parou em boa defesa com o pé de Vladimir, mas pegou rebote para marcar.

Ficou barato! Avaí tem primeiro tempo para esquecer

Completamente dominado desde o apito inicial, o Avaí não mostrou segurança defensiva, nem organização quando tinha a bola. Assim, os visitantes não fizeram o goleiro Douglas sujar o uniforme e viram Vladimir salvar atrás. A situação para o time de Santa Catariana poderia ser pior se, aos 46, Artur completasse o bom cruzamento de Ramires, que passou à frente do gol.

Geninho mexe no time e Avaí melhora, mas tem gol anulado

Insatisfeito com o rendimento de seu time, Geninho mudou de formação tática, trocando o esquema com três zagueiros para uma linha de quatro. A postura do time também foi alterada e, em cinco minutos, o Avaí balançou a rede, mas viu o gol ser invalidado. Aos 3, Daniel Amorim desviou para Getúlio marcar de cabeça. O atacante, no entanto, foi flagrado em posição de impedimento.

VAR anula pênalti a favor do Bahia

Menos presente no ataque, o Bahia passou a tentar encaixar contragolpes para aumentar o placar. Em um deles, Rogério acelerou e tocou para Nino Paraíba bater ao lado da meta. No lance, o árbitro viu o lateral ser empurrado e marcou pênalti. Após revisão do VAR (Árbitro de vídeo), a infração foi desmarcada.

Roger Machado tenta equilibrar partida, mas Avaí assusta

Percebendo a evolução do rival deste domingo, Roger Machado colocou o meio-campista Shaylon em campo, buscando cadenciar um pouco mais a partida. Ainda assim, o time do sul do país chegou com perigo em finalizações de Pedro Castro e Daniel Amorim.

Gilberto tenta de todos os jeitos, mas não marca

Reserva nos dois primeiros jogos do Brasileirão, o atacante Gilberto voltou a ganhar uma oportunidade. Cheio de vontade de marcar, o centroavante tentou de todos os jeitos, mas esbarrou em noite inspirada de Vladimir. Na melhor chance do camisa 9, no final do segundo tempo, soltou uma bomba da pequena área, mas viu o ex-arqueiro do Santos praticar um milagre.

Emoção até o último segundo

Na última jogada da partida, Daniel Amorim aproveitou cruzamento de Paulinho e cabeceou firme, mas Douglas se esticou todo para espalmar e evitar o empate.

Um minuto de silêncio para o motorista

Antes de a bola rolar em Salvador, o árbitro Bruno Arleu decretou um minuto de silêncio em homenagem ao motorista Carlos Pacheco, que faleceu, na manhã de ontem (4), vítima no acidente envolvendo o ônibus da delegação sub-15 do Bahia e uma carreta, em Minas Gerais.

FICHA TÉCNICA

Bahia 1 x 0 Avaí

Data: 5 de maio de 2019

Hora: 19 horas (de Brasília)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Jorge Eduardo Bernardi

VAR: Marcelo de Lima Henrique

Público total: 19.014

Renda: R$ 247,556,50

Cartões amarelos: Nino Paraíba (Bahia) e Iury e Luan Pereira (Avaí)

Gol: Artur, aos 38 do primeiro tempo

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Paulinho; Douglas Augusto, Gregore e Eric Ramires (Shaylon); Artur (Elton), Arthur Caíke (Rogério) e Gilberto. Treinador: Roger Machado.

Avaí: Vladimir; Marquinhos Silva, Kunde (Luan Pereira), Betão; Paulinho Oliveira, Luanderson (Brizuela) (Mathues Mahias), Iury, Pedro Castro e Daniel Amorim; João Paulo e Getúlio. Treinador: Geninho.