Topo

Brasileirão - 2019


Botafogo supera inspirado goleiro do Fortaleza e vence a 2ª no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

2019-05-05T17:54:37

05/05/2019 17h54

O Botafogo venceu o Fortaleza por 1 a 0 na tarde de hoje (5), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, e faturou a sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro. Depois de certa insistência, principalmente com Erik, a equipe carioca superou um inspirado Felipe Alves e fez o gol da vitória com Alex Santana já na metade do segundo tempo.

Com o triunfo, o Alvinegro carioca chega a seis pontos ganhos na competição e pula para a sexta colocação, à frente do Cruzeiro -- os clubes estão empatados na maioria dos critérios, mas os mineiros têm um cartão vermelho e ficam em sétimo. Já o Tricolor cearense estacionou com três pontos na 15ª posição.

O confronto também ficou marcado por polêmicas envolvendo o Árbitro de Vídeo (VAR, na sigla em inglês). Ainda no primeiro tempo, Wagner Reway foi avisado de um possível empurrão de Gilson em Wellington Paulista, dentro da área, mas mandou o jogo seguir após olhar no monitor. Na etapa final, Diego Souza reclamou de lance com Quintero, mas não foi atendido.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Alvinegro tem clássico contra o Fluminense no Maracanã. O jogo acontece no sábado (11), às 16h (de Brasília). No dia seguinte, às 19h, o Fortaleza recebe o São Paulo no Castelão. O duelo marca o primeiro reencontro de Ceni com o clube em que é ídolo.

Os melhores: Erik e Felipe Alves

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Pelo lado do Botafogo, o destaque foi Erik. Imprimindo muita velocidade pela direita, o atacante foi a principal arma dos mandantes. Mesmo com baixa estatura, obrigou Felipe Alves a fazer linda defesa após cabeçada no ângulo. Por falar dele, o goleiro da equipe cearense teve tarde inspirada e foi o grande responsável por evitar um placar mais elástico.

O pior: Tinga vai mal na lateral direita

O lateral do Fortaleza não conseguiu dar conta de quando Erik e Diego Souza alternavam as funções no ataque. Foi na região em que Tinga atua que Erik participou do lance do gol de Alex Santana, com uma boa cabeçada, e quase deixou um, também de cabeça, na primeira etapa.

Wellington Paulista carimba a trave

O Botafogo cedeu espaço para o Fortaleza, que foi de pé em pé e com paciência para o campo de ataque. Até que a bola chegou no lateral Carlinhos, ele limpou a marcação e cruzou na medida para Wellington Paulista. O camisa 99 cabeceou no canto direito de Gatito e carimbou a trave.

Felipe Alves faz defesaça e evita gol carioca

Cruzamento de lá, cruzamento de cá. Foi assim que a equipe carioca chegou pela primeira vez com perigo, assim como os visitantes. Diego Souza recebeu passe pela direita e, invertendo os papéis com Erik, alçou na área para o camisa 11. O ponta testou forte, no ângulo, mas Felipe Alves espalmou bonito e evitou o gol.

Botafogo pressiona e quase marca na velocidade de Erik

O Alvinegro empolgou após a primeira chegada e passou a comandar as ações da partida com o apoio da torcida. Daí, destacou-se Erik, que quase fez um golaço aos 27 minutos. O atacante interceptou um passe, imprimiu muita velocidade para dar bonita caneta no defensor, mas parou no goleiro rival. Alves defendeu o chute cara a cara com o pé.

Ninguém vai marcar Wellington Paulista?

Utilizando toda a sua experiência, Wellington Paulista era inteligente para se desmarcar e levar perigo nas bolas aéreas. Depois de carimbar a trave, ele teve nova chance, também pelo alto. Mas a casquinha de cabeça, livre de marcação, foi para fora.

Checagem no vídeo e... segue o jogo

O árbitro Wagner Reway foi avisado pelo Árbitro de Vídeo de um possível pênalti para o Fortaleza. Ele foi checar o lance no monitor, mas mandou o jogo seguir, desconsiderando o empurrão de Gilson em Wellington Paulista. A equipe visitante deixou o campo no intervalo na bronca com o lance "ignorado" por Reway.

Equipes cansam e 2º tempo começa sonolento

A intensidade vista no primeiro tempo, com jogadas criadas de pé em pé, disputas fortes e contra-ataques, contrastou com um começo de etapa final sonolento. Sentindo o cansaço de seus times, tanto Eduardo Barroca quanto Rogério Ceni fizeram duas mexidas cada pouco depois de 10 minutos.

Botafogo insiste e consegue furar Felipe Alves

Diego Souza repetiu a dobradinha com Erik que quase resultou em gol no primeiro tempo, e desta vez deu certo. O camisa 7 cruzou na medida, Erik testou colocado e Felipe Alves quase levou vantagem novamente. Só que na insistência o Botafogo abriu o placar. Alex Santana, que saiu do banco, pegou o rebote do goleiro e só empurrou para as redes.

Fortaleza tem dificuldade e "aceita" derrota

A equipe de Rogério Ceni parecia conformada com o empate, até que tomou o gol de Alex Santana. Depois disso, teve dificuldade para criar qualquer perigo a Gatito. A melhor chance foi uma cabeçada de Júnior Santos, que passou rente ao gol. Houve ainda um chute de longe de Edinho, mas o goleiro alvinegro espalmou para longe.

Ficha técnica

Botafogo 1 x 0 Fortaleza

Data: 05 de maio de 2019, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro
Árbitro: Wagner Reway
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Alessandro Álvaro Rocha de Matos
Cartões amarelos: Juninho e Marcinho (Fortaleza)

Gol: Alex Santana, aos 25 minutos do segundo tempo.

Botafogo: Gatito Fernández; Fernando (Marcinho), Joel Carli, Gabriel e Gilson; Gustavo (Alex Santana), João Paulo e Cícero; Erik (Yuri), Rodrigo Pimpão e Diego Souza. Técnico: Eduardo Barroca.

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Nathan, Quintero e Carlinhos; Araruna (Dodô), Juninho e Romarinho (Edinho); Júnior Santos, Osvaldo (Marcinho) e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.