Topo

Brasileirão - 2019


Santos empata com CSA e perde 100% de aproveitamento no Brasileirão

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

2019-05-05T17:53:13

05/05/2019 17h53

O Santos empatou com o CSA na tarde de hoje por 0 a 0, no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe controlou as ações do jogo, mas parou na grande atuação do goleiro Jordi, do CSA.

Com o empate, o Santos foi a sete pontos no Brasileirão e ficou na segunda colocação, atrás do líder Atlético-MG, que tem nove. Já o CSA conseguiu seu segundo empate seguido, foi a dois pontos no torneio e deixou momentaneamente a zona do rebaixamento.

O Peixe terá a semana livre para treinar e volta a campo no próximo domingo, às 16h, quando recebe o Vasco em partida marcada para o Pacaembu, em São Paulo. O CSA também só retorna aos gramados no próximo domingo, quando visita o Avaí, às 19h, no estádio Ressacada, em Florianópolis-SC.

Primeiro tempo: Santos domina jogo, mas não consegue criar

O Peixe conseguiu impor seu estilo característico e dominou a posse de bola desde o começo do jogo. Mesmo assim, não conseguiu transformar os 68% de posse de bola que teve na primeira etapa em grandes chances de gol. A melhor delas foi com o lateral Jorge, que pegou rebote de chute firme de Rodrygo e acertou a trave do goleiro Jordi, que chegou a raspar na bola.

Dificuldade na criação segue no segundo tempo

O técnico Jorge Sampaoli voltou com a mesma equipe para a segunda etapa, apenas mudando Rodrygo de lado e deslocando Cueva para a esquerda. O esquema não funcionou, o Peixe não conseguiu criar chances e o argentino promoveu as entradas de Jean Mota e Soteldo logo com 15 minutos de jogo. A equipe melhorou com as substituições. Na melhor chance criada, Jordi salvou chute de Rodrygo no segundo pau, depois no rebote Derlis foi travado no chute, a bola ainda ficou dentro da área na confusão, mas ninguém conseguiu colocar para dentro.

CSA perde gol incrível

Já depois dos 30 minutos do segundo tempo, o CSA teve a chance de vencer a partida, mas desperdiçou um lance incrível. Didira lançou bem em profundidade na medida para Victor Paraíba entrar livre na área e driblar o goleiro Vanderlei, mas na hora da conclusão ele pegou mal na bola e mandou na rede pelo lado de fora.

O pior: Cueva

Mais uma chance desperdiçada pelo peruano. Escalado para ser o responsável pela criação de jogadas, pouco apareceu. Na segunda etapa foi deslocado para a esquerda e também não conseguiu criar oportunidades. Saiu antes dos 15 minutos do segundo tempo para a entrada de Soteldo. Cueva segue devendo com a camisa do Santos.

Os melhores: Rodrygo e Jordi

Mais uma vez o raio foi o respiro criativo do Santos no jogo. Tanto pela direita quanto pela esquerda deu trabalho para a marcação e criou diversas oportunidades levando a melhor nos duelos um contra um. Crescendo de produção nos últimos jogos, Rodrygo vem se tornando cada vez mais importante para o time de Sampaoli e deixando o argentino ainda mais preocupado com sua iminente saída ao Real Madrid (ESP) em julho.

O Peixe só não saiu vitorioso por conta da boa atuação do goleiro Jordi, do CSA. Ele parou as investidas do atacante Rodrygo com boas defesas e deu um tapa crucial em chute colocado de Jorge, que ainda bateu na trave.

CSA 0 x 0 Santos

Data: 5 de maio de 2019 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Local: estádio Rei Pelé, em Maceió-AL
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Amarelos: Jorge, Gustavo Henrique, Soteldo e Derlis González, do Santos; Bruno Ramires, do CSA

CSA: Jordi; Apodi, Gérson, Luciano Castán e Carlinhos (Armero); Bruno Ramires (Dawhan), Naldo (Victor Paraíba), Madson, Matheus Sávio e Didira; Cassiano. Técnico: Marcelo Cabo.

SANTOS: Vanderlei; Lucas Veríssimo (Jean Mota), Felipe Aguilar e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Jean Lucas, Diego Pituca e Jorge; Cueva (Soteldo), Rodrygo e Eduardo Sasha (Derlis González). Técnico: Jorge Sampaoli.