Topo

São Paulo segue Cruzeiro e terá setor popular no Morumbi

Daniel Vorley/Agif
Imagem: Daniel Vorley/Agif

Bruno Grossi e Demétrio Vechiolli

Do UOL, em São Paulo

07/05/2019 20h45

A diretoria do São Paulo aprovou hoje uma novidade interessante para a torcida. Ficou definido, após estudo encomendado pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, que o Morumbi terá um setor popular, com ingressos mais baratos, durante o Campeonato Brasileiro. Quem for membro do programa Sócio-Torcedor poderá pagar R$ 10 para comprar entradas da arquibancada amarela, que fica atrás do gol de entrada no estádio tricolor. Faltam detalhes operacionais para que tudo comece a funcionar como planejado.

Essa é a primeira das mudanças feitas pelas diretorias de comunicação e de marketing, que assumiram recentemente a gestão do Sócio-Torcedor - antes, o programa tinha uma pasta própria. A torcida acumulava reclamações contra a falta de descontos e benefícios dos planos e o número de inadimplentes também crescia.

Nas últimas semanas, as duas diretorias passaram a buscar soluções para os problemas apontados pelos torcedores. A criação de um setor popular era vista como a medida mais viável a curto prazo e de bom impacto. O Cruzeiro fez ação do tipo recentemente e tem visto a área ficar lotada no Mineirão, com a torcida satisfeita.

O ingresso a R$ 10 para a arquibancada amarela no Morumbi já deve estar à disposição para o confronto com o Bahia, pela quinta rodada do Brasileirão, e será válido para os assinantes de qualquer um dos planos do Sócio-Torcedor. A ideia é tornar o programa, de fato, atraente e aumentar a receita gerada por ele. Agora, a diretoria avalia quanto cobrará pelas entradas no setor popular para quem não for sócio-torcedor.

A precificação dinâmica, que faz os valores mudarem de acordo com a importância dos jogos, continuará valendo. Já os jogos da Copa do Brasil não devem ter o setor popular, a princípio.