Topo

Atlético-MG

Empresa responsável por futuro estádio do Atlético-MG rebate ação do MP

Divulgação/Atlético-MG
Atlético-MG está atrás da licença de operação para iniciar as obras do futuro estádio Imagem: Divulgação/Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-05-14T22:57:33

14/05/2019 22h57

A MRV Prime, empresa responsável pela construção da Arena MRV, futuro estádio do Atlético-MG, publicou uma nota oficial na noite de hoje (14) rebatendo o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). No final de semana, o órgão entrou com uma medida cautelar pedindo a suspensão da Licença Prévia (LP) obtida pelo clube mineiro que o deu direito a cercar a área, limpar o terreno e dar os primeiros passos rumo ao sonho de ter sua casa própria. Segundo o MPMG, a construção da arena deixaria danos ambientais irreversíveis no local.

Em nota, a MRV Prime informou que trabalha para atender todas as obrigações conforme a legislação ambiental, citando ainda que o clube recebeu a licença prévia da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) e do Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMAM).

A nota também reforça a importância do acompanhamento por parte do Ministério Público, mas alega que todas as preocupações "já foram analisadas pelos órgãos administrativos competentes pelo processo de licenciamento que concluíram que o empreendimento está de acordo com o Código Florestal". Veja abaixo a publicação na íntegra: