Topo

Futebol


Cláusula no contrato de Rafinha permitiu rescisão amigável com o Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

16/05/2019 04h00

O meia Rafinha não é mais jogador do Cruzeiro. Desde a manhã de ontem, o jogador foi oficializado pelo Coritiba, sua ex-equipe, e sequer esteve no Rio de Janeiro com a delegação celeste para a partida contra o Fluminense, que terminou com o empate de 1 a 1 pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na entrevista de Mano Menezes após o jogo, o treinador explicou que contava com o jogador, e que Rafinha seria útil no compromisso do Maracanã, mas contou que o contrato do atleta permitia uma rescisão amigável se o desejo partisse do meia.

"Foi um desejo do atleta, nós não queríamos perdê-lo, embora muita gente ache que ele estava velho. Achávamos que a utilidade dele ainda nos ajudaria na temporada. Possivelmente em menos oportunidades, mas sempre com sua experiência. Hoje, por exemplo, quando precisávamos desafogar mais o jogo na direita", iniciou o técnico, citando a saída do jogador de 35 anos.

Apesar de nunca se firmar como titular, Rafinha virou o coringa de Mano Menezes. Presente no Cruzeiro desde 2016, o jogador conquistou dois estaduais e duas Copas do Brasil. Mesmo na condição de reserva, o meia sempre esteve entre os atletas mais utilizados pelo técnico, que também bancou sua permanência nos momentos de sondagens.

No início do ano passado, o Cruzeiro ajustou o salário de Rafinha e renovou seu contrato até o fim de 2019. Porém, no novo vínculo, ficou combinado que o atleta poderia antecipar sua saída se preferisse deixar o clube no ano seguinte, o que acabou acontecendo. Agora, o jovem Maurício, do time sub-20, poderá aproveitar a lacuna deixada no time profissional, e deverá ser aproveitado após a decisão da Copa do Brasil da categoria, marcada para hoje, contra o Palmeiras.

"O Rafinha tinha um acordo quando fez a renovação, que poderia sair se ele tivesse essa vontade. Seria correto de nossa parte deixá-lo seguir em frente. Quando terminar a decisão (da Copa do Brasil sub-20), nós vamos trazer o Maurício para trabalhar conosco no profissional. Ele parece um meia promissor, é jovem, mas pode fazer a opção de beirada, como já fez no sub-20", encerrou Mano.

Mais Futebol