Topo

Liverpool


Fabinho era preterido por Klopp, mas termina ano com Copa América na mira

Paul Ellis/AFP
Fabinho sequer era relacionado por Klopp, agora virou peça fundamental no Liverpool Imagem: Paul Ellis/AFP

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-05-16T04:00:00

16/05/2019 04h00

Fabinho viveu uma temporada de recuperação no Liverpool. Contratado por R$ 216 milhões, o jogador iniciou o primeiro ano no gigante clube britânico em baixa e totalmente preterido pelo técnico Jürgen Klopp. Agora, no entanto, a realidade é outra: o jogador se fixou como peça fundamental no meio-campo do vice-campeão inglês, surge como candidato a uma vaga de titular na Liga dos Campeões e está na mira de Tite para a Copa América.

Fixado como meio-campista no Monaco, Fabinho demorou a engrenar. Nas dez primeiras rodadas da Premier League, o brasileiro atuou apenas duas vezes - a estreia ocorreu somente em outubro, diante do Huddersfield, pela nona rodada.

Em outras cinco oportunidades, sentou no banco de reservas e não foi a campo. Foram ainda três jogos sem sequer aparecer entre os convocados para os jogos da campanha, que terminou com o recorde de pontuação da história do clube (97).

A ausência incomodou até o treinador alemão, ciente do alto investimento feito pela diretoria para adquirir o atleta. "Sei que não é legal para o atleta ficar fora da relação", disse Klopp em agosto, ressaltando o lado introspectivo de Fabinho como um fator determinante para a adaptação demorada.

Hoje, no entanto, a história é completamente diferente. Nas últimas dez jornadas da temporada inglesa, o meio-campista assumiu a condição de titular em sete jogos. Na Liga dos Campeões, Fabinho jogou os 90min em cinco dos seis compromissos de mata-mata, sendo fundamental, especialmente, na histórica virada da semifinal contra o Barcelona.

A sequência esperada trouxe confiança ao jogador e gerou respaldo da comissão técnica. O jogador, inclusive, deve ser titular na decisão contra o Tottenham, marcada para o próximo dia 1º, em Madri. Fabinho chegou a ser classificado por Jamie Carragher, lenda do clube, como o "melhor atleta" de 2019, tamanha a evolução.

Oli Scarff/AFP
Fabinho se fixou como titular no mata-mata da Champions League e deve ser titular na decisão Imagem: Oli Scarff/AFP

Antes da final da Champions, no entanto, Fabinho tem pela frente a esperada lista de Tite para a Copa América. O jogador está bem quisto com o comandante da seleção e deve ser um dos chamados para o setor de meio-campo na lista dos 23 para a competição no Brasil. O anúncio será realizado na sexta-feira, às 11h.

Dono de 40 aparições na temporada com o Liverpool, Fabinho esteve nas quatro convocações de Tite pós-Copa e se destaca pela versatilidade. Embora a prioridade da comissão seja em utilizá-lo como uma alternativa a Casemiro no setor de meio-campo, o jogador já atuou como lateral direito na equipe nacional e pode ocupar o local em caso de maior necessidade.

Portanto, são dois atos que podem ratificar a reviravolta de Fabinho neste primeiro ano futebolístico com o Liverpool. No dia 17, ser lembrado por Tite e defender a equipe verde-amarela na Copa América. No próximo dia 1, entrar como titular e conquistar o sexto título europeu da história dos Reds.

Mais Liverpool