Topo

Grêmio

Grêmio cria plano de treino especial e não dá prazo para volta de Tardelli

Lucas Uebel/Grêmio
Atacante foi sacado dos jogos após desconforto muscular e tem rotina especial para melhorar condição Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

2019-05-16T04:00:00

16/05/2019 04h00

Antes de mais nada, o Grêmio garante: Diego Tardelli não está lesionado. Fora dos jogos desde o empate com o Avaí, o camisa 9 acusou desconforto muscular e foi imediatamente sacado para evitar justamente um problema maior. Com o relato do jogador, o clube gaúcho montou um plano especial de treinos para compensar o choque cultural após volta da China.

Aos 33 anos, Tardelli está no Grêmio desde fevereiro e ainda não deslanchou. Para o clube gaúcho, é herança das quase quatro temporadas no outro lado do mundo.

Desde que assinou com o Grêmio, Diego Tardelli já apareceu em 12 jogos. A soma de minutos, no entanto, dá o equivalente a somente cinco partidas completas. Nesse período, o atacante marcou um gol (na goleada de 6 a 0 em cima do Juventude, em Caxias do Sul).

O UOL Esporte ouviu que Tardelli tem sido submetido a retreinamento. O trabalho especial é individualizado, com caráter de prevenção, e em conjunto com preparação física e fisioterapia. A rotina inclui atividades diversificadas na área da fisiologia para gerar reforço muscular.

Em outras palavras, o ex-jogador de São Paulo, Flamengo, Atlético-MG e Shandong Luneng tem corrido para melhorar condição física. Principalmente a resistência aos jogos em série e cargas de trabalho mais intensas - na comparação com o futebol chinês.

Em fevereiro, o Grêmio já havia demonstrado atenção ao quadro de Tardelli. Os relatos do atacante aos funcionários completou relatório médico que sinalizava: seria preciso reforço muscular em breve para contornar o choque de culturas de trabalho.

A comissão técnica, em virtude do estágio físico e programa especial de treinos, não dá previsão para o retorno de Tardelli aos jogos.

Até o recesso da Copa América, o Grêmio entra em campo sete vezes: Ceará, Atlético-MG, Bahia, Fortaleza e Botafogo no Campeonato Brasileiro e mais o Juventude, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.